Calma Obama

Calma Obama

Os americanos estão fazendo o dever de casa! Um negro irá comandar o país mais
poderoso do mundo! O sonho premonitório de Mater Luther King se realiza: “Eu tenho
um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de
sua pele”! O mundo vai mudar com Obama! Ops! Diferente das três primeiras assertivas
creio que a última merece um pouco menos de emotividade. O mundo parece eufórico com
a vitória de Obama. Verdade que ver alguém vindo das minorias assumindo o maior
posto político do planeta gera boas expectativas. No mesmo momento histórico em que
um operário assume o comando de um pais que promete ficar no patamar dos mais
prósperos, como é o caso do Brasil, mais animador ainda é ver a China abrindo suas
pesadas portas para receber atletas do mundo inteiro. Mulheres assumindo postos cada
vez mais de comandos importantes e estratégicos. Cuba se alinhando entre o comunismo
e o capitalismo, querendo pegar a reta do socialismo. Este ano, até na Fórmula Um
tivemos um negro consagrando-se campeão mundial. Será isso tudo o prenúncio de
grandes mudanças e transformações dentro do processo natural da evolução humana?
Será que estamos de fato entrando na chamada Nova Era? Tomara que sim.

Mas voltando a Obama (quase Osama) Houssein (que lembra o outro. Que ironia), este
governará para os americanos, não tenhamos dúvidas. A linha que separa os democratas
dos republicanos é muito tênue. Obama, do ponto de vista ideológico, é um
capitalista, e que, portanto não romperá com essa estrutura. Além do mais pegará seu
país sob uma forte crise financeira desde a Grande Depressão dos anos 1930. O
processo de reorganização interna será lento e até doloroso, não apenas para os
americanos.

O “Efeito Obama” causará sim, novas reflexões, mudanças de paradigmas e por aí vai.
Quem sabe até uma melhor relação com os países latinos, o fim do bloqueio a Cuba e a
volta pra casa dos soldados americanos que estão no Iraque, o que já representa
avanços muito significativos. Todavia vamos com calma, temos a mania de criar mitos
e super heróis rapidamente, deixando falar alto nossas carências coletivas, oriundas
de frustrações e de sonhos desfeitos. Certos sonhos, só o tempo dará, pois ele é
fundamental no processo de maturidade, quando tudo e todos estão aptos e dignos de
recebê-los.

Assim como Luiz Inácio Lula da Silva, Obama precisa e certamente irá se ajustar as
pressões e regras inquebrantáveis de um sistema insensível para garantir sua
governabilidade, obviamente que ele será bem diferente de Bush, mas também não será
assim tão diferente na maneira de conduzir os rumos de um país que é e quer
continuar sendo mandatário dos demais. Vamos acompanhar com os pés no chão, mas
torcendo para que o mundo comece a mudar a partir de Obama, Lula, Raúl Castro e de
muitas mulheres mundo afora.

Jairo Lima
Poeta e Gestor Público

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: