CPI vai por água abaixo

CPI vai por água abaixo

Esta semana á tropa de elite do Prefeito do Cabo através de seu fiel escudeiro Josadac Miguel, atual secretário de Governo do segundo mandato do prefeito Lula Cabral (PTB), saiu à caça forçando costura com vários vereadores, pois avia certo receio que a CPI do (Pipa Gates) poderia ser implantada na câmara

Tendo respaldo do atual gestor foram ouvidas todas as bases atendendo vários pedidos para se fechar questão da referida votação, pois avia rumores que alguns vereadores estavam descontentes com o atual gestor, pois o mesmo não estava atendendo suas reivindicações.

Foi montada uma verdadeira batalha de guerra, para barrar a CPI, pois foi dado de tudo aos Vereadores, comenta uma fonte anônima.

Até o atual Presidente da Casa Gesse Valério suspendeu a sessão desta terça-feira, justificando viagem a Brasília, mas na quarta-feira ouve audiência, o clima na Casa Vicente Mendes, foi quase incendiário.

Mais de 200 professores presentes à sessão plenária esperavam a aprovação do projeto de Lei nº014/2009, de autoria do Poder Executivo, que institui o piso salarial dos profissionais do Magistério da Educação Básica do Cabo de Santo Agostinho.

Mesmo com quórum de 10 vereadores — só não estavam presentes Edna Gomes e Gesse Valério –, o projeto só será levado à aprovação na próxima sexta-feira, 15, às 10h. A mesa diretora foi coordenada pelo vice-presidente, vereador Amaro Honorato (Amaro do Sindicato – PRP).

Por conta desse “adiamento injustificável”, professores no plenário gritavam aos berros que queria decretar greve na categoria como protesto pelo “descaso, desconsideração e falta de respeito”.

“O que fizeram conosco é covardia. Mais de 200 professores esperando a aprovação do projeto desde ontem (terça, 12), e agora adiam para sexta. Isso não se faz. Por conta disso, a nossa categoria desde já ficará em estado de alerta, com paralisação parcial das nossas atividades”, anunciou a presidente do Sinpec [Sindicato dos Professores do Cabo de Santo Agostinho], Joseilda Barbosa.

E por de traz desse alvoroço todo a Câmara aprovou por unanimidade um requerimento do Vereador Aziel que prevê repasse de verba aos professores para aquisição de notebook

E em contra partida nos bastidores Amaro do Sindicato e Maria de Zequinha recebia um oficio da executiva estadual do PRB (Partido Republicano Progressista) que determinou que a bancada do partido no Cabo, integrada pelos vereadores Amaro do sindicato e Maria de Zequinha, seja contra a “manobra política” que visa instalar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para apurar “supostas irregularidades em processos licitatórios da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho”.

doc_prp

A justificativa se dá em virtude de que já há uma ação do Ministério Público de Pernambuco que “vem conduzindo de forma imparcial o processo legal de investigação”.

Agora estes fatos são lamentáveis, para a democracia e para a Casa Vicente Mendes eu acho que, quem não deve não teme e sei que o atual Prefeito não precisava deste tipo de manobra para tal contento, mas fazer o que.

Se a gente não reclamar fica do jeito que esta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: