Transparência Já

Transparência Já este é o Clamor da População do Cabo

Transparência Já1Transparência Já2

Movimentos sociais, políticos, líderes comunitários, sindicatos e a sociedade civil caminharam hoje (16/06), pela manhã, na Avenida Historiador Pereira da Costa, rumo ao Fórum Dr. Humberto da Costa Soares, no Centro do Cabo. O objetivo do ato foi pedir a transparência do governo municipal com relação às denúncias que foram feitas pelo Ministério Público, que investiga uma licitação fraudulenta da prestação de serviço do carro-pipa envolvendo a sobrinha do prefeito Lula Cabral.

A proposta de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi sugerida pelo líder da oposição, o vereador Ricardo Carneiro (PPS), conhecido popularmente como Ricardinho. Cerca de sete mil assinaturas foram recolhidas em diversos bairros do Cabo.

“Nós não vamos desistir de apurar a verdade dos fatos. Além disso, é papel do vereador fiscalizar a aplicação dos recursos públicos, esclarecendo os fatos ocorridos”, desabafou Ricardinho.

Transparência Já4Transparência Já5

Gritos pedindo CPI já, foram repetidos diversas vezes pelos participantes.

“O ato é importante, porque queremos uma explicação. E não vamos ficar tranquilos até que as verdades dos fatos sejam esclarecidas. Além de que é lamentável que os demais Vereadores não mostram respeito com a população cabense”, afirmou o comerciante Cleodoval Cavalcante Texeira.

Já o Vereador José de Arimatéria (PMN), exige transparência e clareza quanto à aplicação dos recursos municipais.

“Queremos clareza do governo municipal, porque somos pagos para fiscalizar o governo municipal, e não aceitamos que esse império continue governando do jeito que está”, desabafou o vereador.

Á mesma Proposta foi apresentada na Camara dos Vereadores e pare-se que nada surtil efeito um fato lamentavel

Veja o Video Abaixo exclusivo do Tribuna Popular

Comments
6 Responses to “Transparência Já”
  1. Vejam a que ponto chegamos.
    Sarney, apenas isso pois não existe hoje no Brasil um politico que mereça o respeito de ser citado com o título que tem, do alto da tribuna do senado, diz que o Brasil erra ao julgá-lo, quem acha que é? Deus?
    Hoje poucos minutos atras foi cassado um senador, aliado do chefe da gangue, mesmo assim foi cassado.
    Hora de muitos reverem suas posições.
    Ao lado do povo ou contra ele.
    Aparentemente o chicote começa a mudar de mãos e se isso acontecer provavelmente os primeiros a serem castigados vão pagar pelos erros dos antecessores.

  2. GENILSON CAETANO disse:

    PARABÉNS IMORTAIS CABENSES!
    Nosso município possui uma enorme gama de pessoas que “respiram cultura”. Entretanto, sempre vi com muita restrição as constantes críticas, das pessoas, aos órgãos da administração pública, que são vistos e/ou confundidos, na maioria das vezes,como únicos responsáveis pela divulgação cultural do município, como se fazer cultura necessitasse da chancela do Estado. O Município, durante muita tempo, serviu como moleta cultura, sempre atendeu de forma capenga, os anseios dos artistas, e, isto se tornou um questão cultural, “passando de geração para geração”. Não desejo apontar os culpados, acredito na necessidade do apoio governamental neste processo de incentivo, MAS É COM IMENSA SATISFAÇÃO E ORGULHO QUE TENHO A OPORTUNIDADE DE ASSISTIR A ESTA HERÓICA INICIATIVA. Parabéns, Imortais, Imortais, Imortais.
    Genilson Caetano – CABENSE DAQUI.

  3. Genilson Caetano disse:

    PREPARO POLÍTICO
    Muito se tem falado da falta de profissionais capacitados para atender aos vários empreendimentos que o Distrito Industrial do Complexo Portuário de Suape, incluso aí, os municípios em seu entorno, entretanto, chamo a atenção para a necessidade da qualificação técnica dos quadros políticos desses município, face a análise de novos temas, como: impactos ambientais, tributação de novos produtos, segurança pública, qualificação profissional, responsabilidade social, análise de prioridades para a aplicação mais acertada do uso de verbas, conhecimento de macro e microeconomia, política internacional, integração regional, entre outros. É essencial e justo criar mecanismo para a inclusão da população nestas novas oportunidades, já que serão as primeiras a sofrerem os impactos negativos, mas é um contra-senso, representantes políticos não se anteciparam as mudanças, desconhecem esta nova ordem e legislar sobre elas.

  4. GENILSON CAETHANO disse:

    NOVAS OPORTUNIDADES CONSTRUINDO UM NOVO TEMPO
    O entidades de proteção ambiental nacionais e internacionais, veem o Brasil sempre numa perspectiva ecológica negativa, desprezando inclusive, vários projetos de proteção e preservação ambiental, um verdadeiro patrulhamento ambiental , “com interesses ditos meramente de preservação”, sob a ótica de patrimônio universal. Esta introdução é apenas uma pequena ilustração dos obstáculos pelos quais os governantes têm que passar para a aprovação de um projeto desssa magnitude do Complexo Turísitico que está sendo construído na Praia do Paiva. Conceitos como desenvolvimento Sustentável, foram amplamente utilizados na elaboração do projeto e estão sendo respeitados em sua elaboração. A Parceria Pública Privada – PPP – vem demonstrar que o Público e o Privado, podem perfeitamente ser parceiros, quando o interesse público é plenamente satisfeito e o privado, que o é, por sua relação com o lucro, e que, contempla em seu bojo a Responsabilidade Social, o respeito aos nativos, com ações que minimizem os impactos negativos que o novo empreendimento trará. Parabéns Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, pela coragem de apoiar e lutar pela aprovação do projeto, que está trazendo, e trará ainda, muito mais desenvolvimento para nosso município, parabéns Governo de Pernambuco pela coragem, lição deixada pelo felecido Governador Miguel Arraes, utilizar-se de um mecanismo de desenvolvimento, que são as PPP’s, sem medo do rótulo de vender o Estado aos empresários, mas antes, saber utilizar os recursos que o estado dispõe com responsabilidade, visão de futuro e respeito ao poder que o povo o legitimou.

  5. Genilson Caethano disse:

    Prezados Senhores e Senhoras, AJUDEM-NOS!
    Nós, moradores da Comunidade de Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho – PE, que somos uma população de mais de 20 mil habitantes, há anos sofremos com um sério problema, e as “autoridades” continuam cegas, surdas, continuam alheias as nossas reivindicações em busca de uma solução para nossa demanda. Dentre tantos, nosso maior problema é a BR 101 SUL, passa no centro da comunidade de Pontezinha, dividindo-a ao meio, obrigando os moradores – entre eles, idosos, crianças, deficientes físicos, etc…- a atravessar a BR 101 Sul, diariamente, para se deslocar ao comércio, escolas, igrejas….Como trata-se de uma rodovia de trânsito rápido, temos que arriscar nossas vidas driblando os veículos que trafegam em alta velocidade, numa atitude extremamente perigosa e inaceitável. O que torna ainda mais preocupante a situação é que a Rodovia BR101Sul / Pontezinha, não possui qualquer tipo de redutor de velocidade, lombada eletrônica, sequer faixa para travessia de pedestre, para que os veículos diminuam ou parem fazendo com que os moradores atravessem com segurança. A situação se complica ainda mais porque temos uma Rodovia Estadual, conhecida por Estrada da Curcurana ( ligando o litoral de Barra de Jangada /Jaboatão à Pontezinha /Cabo), que se liga com a BR 101 Sul, exatamente no centro de Pontezinha e, é uma rota de escoação importante dos produtos oriundos do Complexo Portuário de Suape e com a chegada do verão há o aumento considerável do fluxo de veículos para as praias (Porto de Galinha, Gaibu, Suape…) passando por Pontezinha, bem com, com o início da moagem de cana-de-açúcar várias Usinas, transportam sua produção, oriundos da Zona da Mata Sul, pela BR101 Sul aumentando ainda mais o tráfego de veículos na BR 101 Sul , na altura de Pontezinha. Outro problema grave está na ponte (sobre o Rio Jaboatão), que liga o bairro de Pontezinha ao de Ponte dos Carvalhos, ambos do município do Cabo de Santo Agostinho, que não possui passarela lateral para travessia de pedestres, ciclista, carroças…(nos moldes que possui uma ponte idêntica, construída na saída do Município de Palmares – sentido Caruaru, em Pernambuco ) colaborando ainda mais com os acidentes, muitas vezes fatais, e diários, além dos já tradicionais congestionamentos. Como senão bastasse todas essas mazelas, foi feito um desvio e um novo trecho da BR 101 Sul foi construído, passando por fora da comunidade, visando desafogar o tráfego na comunidade, todavia, nunca foi oficialmente inaugurada, gerando uma enorme conflito de jurisdição, já que tanto o antigo trecho(passa pelo centro das comunidades de Pontezinha e Ponte dos Carvalhos, no Cabo), quanto o novo trecho, passa por fora das comunidades, possuem a mesma marcação de quilometragens (estão em duplicidade). Solicito o apoio de todos na luta para a colocação imediata de lombadas eletrônicas e físicas, redutores de velocidade, semáforos, faixas de travessia de pedestres e controle de tráfego, a fim de sanarmos o problema. Genilson Caetano da Silva – Gestor em Seg. Pública e Privada .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: