Quem pode, ou não, ser Jornalista

Quem pode, ou não, ser Jornalista

Todos podem e têm este direito.

jornalista

Sei que você deve se perguntar como fica aqueles, que estudaram anos e hoje se vê diante com este novo método aplicado agora pelo Supremo Tribunal Federal, “O Ministério do Trabalho não pode mais exigir o diploma para conceder registro de jornalista a qualquer cidadão”.

Isto se torna uma evolução e não um retrocesso.

Vou me explicar:

Antigamente os jornais foram criados para divulgar ao povo, tudo que se passava no mundo ganharam grande destaque mundial, quantos jornalistas foram consagrados com matérias exclusivas de furo nacional, com o passar do tempo as coisas se evoluirão veio a TV o Telefone os Fax e agora a internet, hoje a noticia e gerada em segundos, e os atuais jornalista com seus diplomas achavam que não iriam ser engolidos pelos novos meios de comunicação, mas os fatos se provaram ao contrario.

Hoje o jornalista tem que concorrer com qualquer pessoa ou cidadão, que queira dar um furo de noticia em blogs Portais etc. isto é uma evolução, pois o cidadão Brasileiro esta exercendo seus direitos.

Os direitos garantidos á todos é universal e, portanto qualquer um pode ser um jornalista no seu bairro na sua escola no seu emprego em todos os confins deste nosso Brasil, e aqueles que se destaca hoje na mídia poderão ser contratados por qualquer jornal sem ser pedido o Dito Diploma, que muitas vezes faz até vergonha para a categoria, quantos jornalistas deixarão de dar um furo de noticia em troca de dinheiro escuso, agora este Jornalista terá que pensar varia vezes em segurar uma matéria achando que poderá lucrar com isso, pois os segundo passam e a internet como um todo poderá engolir este parasita que tanto mancha esta categoria.

A liberdade é o único meio que um jornalista tem para se expressar tanto pode ajudar na construção de um mundo melhor para todos como também pode levar ao ostracismo.

Portanto meus caros Jornalistas, vocês ganharam com esta injeção de animo pelo trabalho serio e honesto, hoje á competição bateu a sua porta abrindo novos horizontes, dando á todos vocês o direito de viver e vivenciar a Verdadeira DEMOCRACIA

Ass. Moura


Comments
One Response to “Quem pode, ou não, ser Jornalista”
  1. Genilson Caetano disse:

    JORNALISMO: DOM OU APRENDIZADO?
    Acompanhei de perto a discussão a respeito da necessidade ou não, do Diploma de Comunicação Social – habilitação jornalismo – para o exercício da profissão de jornalismo, no Supremo Tribunal Federal, que decidiu pela não obrigatoriedade do diploma. Para uma decisão consistente e acertada, alguns pontos deveriam ter sido considerados: 1. A lei que exigia o diploma de jornalismo surgiu no período militar, sempre foi vista como autoritária, mais por aversão a época que, por uma análise jurídica coerente, portanto, se naquele momento a lei servia para tolher o direito a liberdade de expressão das pessoas, hoje, não era mais aplicada desta forma; 2. A lei que acaba de ser modificada, também contemplava aqueles que, mesmo sem diploma de jornalismo, podiam exercer sua liberdade de expressão seja como articulistas, seja como comentaristas técnicos, quer remunerado ou não; 3. Durante o Curso de jornalismo, estudam-se técnicas, teorias e o manuseio de equipamentos, essenciais a qualidade e o exercício da profissão. A evolução do mundo educacional e científico exige atualmente, que as pessoas dominem determinadas habilidades e conhecimentos, que infelizmente, são apenas adquiridos nos bancos das universidades, estando aí à raiz da exigência do diploma de curso superior. Sei que os livros estão nas prateleiras para que, livremente, qualquer um que comprá-los e lê-los, mas, não confundamos o “dom natural” dos escritores, com as diversas técnicas aprendidas para o domínio do correto exercício da função jornalística. Percebemos notadamente, que a confusão interpretativa entre o direito de expressão e jornalismo, advoga a favor de uma parte, destruindo um dos princípios fundamentais da profissão, a IMPARCIALIDADE. Não podemos sujeitar a vontade de uns em detrimento do direito de uma categoria.
    (Genilson Caetano – Estudante de Publicidade e Propaganda)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: