Mulheres do curso de maquinas pesada em busca dos seus direitos

Mulheres do curso de maquinas pesada em busca dos seus direitos

O Portal Cabo vem acompanhado estas mulheres que fizeram o curso Maquinas pesada aqui no Cabo e tentando buscar uma solução para tal descriminação existente por parte de empresas situada em Suape, Cabo e região de Pernambuco.

curso maqui pesada

Vamos entender os fatos:

O curso de Maquinas pesada foi realizado pelo Governo de Pernambuco, em parceria com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Zona da Mata (Promata), SENAI, Secretaria da Mulher de Pernambuco e a Secretaria Executiva da Mulher do Cabo de Santo Agostinho.

O curso que contou com a participação de 37 mulheres, sendo 18 do Cabo de Santo Agostinho, 02 de Ribeirão, 01 de Tamandaré, 05 de Serinhaém, 03 de Água Preta, 06 de Ipojuca e 02 de Primavera.

Ao término do curso, as mulheres receberão o certificado do SENAI.

mulheres do curso maquina pesada

E ainda ouve a promessa que as melhores que destacassem seriam contratadas pelo Projeto Caminhos da Cidadania do Governo do Estado (Promata). As demais seriam inseridas no Programa de Banco de Dados do SENAI, ficando seus cadastros disponíveis para o acesso de todas as empresas do Brasil.

Mas apenas uma única mulher deste curso esta trabalhando, o restante sofre com a descriminação por parte das empresas, tanto do Cabo como em Suape e no interior do Estado

Fatos:

Agendamos uma reunião com a Secretaria Municipal de Programas Sociais e da Mulher Edna Gomes que nos prometeu (Através de entrevista concedida na radio Calheta) em receber uma comissão mulheres á qualquer hora desde que fosse agendado com antecedência o que foi feito pelo Portal Cabo, mas qual não foi nossa surpresa, foi o descaso tratado pela sua secretaria de nome “Morgana” que agendou tal reunião, mas depois sabendo que era do Portal Cabo nos relatou que a mesma estaria fora em reunião e não poderia atender no horário já combinado que seria as 09h00min mesmo assim ela ficou de retornar a ligação, mas até esta data nada

IMAG1641

(Por maior que seja a diversidades o sorriso e uma constante)

Tendo este primeiro obstáculo tentamos entramos em contato com o Secretario do Vereador Gessé Valério, o Sr Fernandes de Moura o mesmo nos relatou que teria a possibilidade do Vereador Receber esta Comissão de Mulheres, falei se seria possível agendar para o horário das 9:00 ele disse que não podia, que estaria ele em reunião com Edna Gomes então relatei o fato que já aviamos agendado com ela, e já que ele estaria com Ela não custava nada, esta comissão se encontrar com ele lá na secretaria da Mulher, assim combinado o mesmo ficou de nos encontrar lá para depois nos levar ate a câmara para falar com o Vereador

O encontro Frustrado:

“Infeliz daquele que acredita nas promessas” no horário combinado estavam todos lá e nada, nem Edna Gomes, e nem Fernandes Moura, ficamos com cara de tacho como diz o ditado.

Mas um relato chegou ao meu conhecimento que á secretaria da mulher, tentou entrar em contato com as participantes do curso, tentando agendar uma nova data, e que não haveria a necessidade delas ter procurado a mídia local (Portal Cabo) para tal contento.

IMAG1645

Então resolvemos sair da Secretaria da Mulher e Buscar a Câmara de Vereadores para assim falar com O Vereador Gesse Valério logo que estávamos in loco um assessor da imprensa da câmara nos informou que não avia nem um Vereador Presente na casa o que logo ficou claro mais uma vês o descaso com aquela comissão, de pronto entramos em contato com o Vereador Ricardinho, que logo nos informou que ele estava na Câmara bem como o Vereador Aziel e Arimateia estavam lá o mesmo se prontificou e atender esta comissão.

Diante do Vereador os Relatos foram confirmados a respeito da descriminação por parte das empresas

Em um deste relato uma das concluintes do curso nos relatou que ontem foi aprovada no exame pratico na Empresa (TATUOCA), mas quando foi ao RH da empresa para ser efetivada, o Engenheiro encarregado disse que não queria mulher no canteiro de obra.

IMAG1647IMAG1648

Entramos em contato com a empresa, mas a mesma não quis se pronunciar sobre o Fato e disse desconhecer tal atitude por parte da empresa.

Outro fato Relatado que no (CINE) do cabo, avia uma recomendação por parte de empresas cadastrada no sistema que a preferência seria para homens

Procuramos o CINE o representante do mesmo nos relatou e comprovou mostrando que as empresas ali cadastradas não podem ferir uma lei federal que proíbe este tipo de pratica e que se tal recomendação partisse por parte das empresas o sistema não aceitaria

“Sei que existe este tipo de Pratica por parte das empresas que dão preferência pelo sexo masculino, mas aqui não acontece agora cabe á estas mulheres buscar e denunciar este tipo de preconceito”

Bem amigos vamos estar ainda tentando agendar uma visita com outras autoridades para tentar solucionar mais este descaso aguardem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: