Nova fase da ferrovia vai gerar sete mil empregos

Nova fase da ferrovia vai gerar sete mil empregos

Por:Micheline Batista // micheline@diariodepernambuco.com.br

Anova fase de construção da ferrovia Transnordestina deve gerar cerca de sete mil novos empregos em Pernambuco até junho de 2010. No próximo dia 4 de janeiro serão abertas três frentes de trabalho simultâneas, e em março os dois lotes restantes, do ramal Salgueiro/Suape, que é o que mais interessa ao estado. As obras serão conduzidas pela construtora Norberto Odebrecht, contratada pela Transnordestina Logística S.A., antiga Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN).

O novo cronograma foi acertado após reunião com o presidente Lula realizada na última terça-feira, em Brasília. Participaram do encontro a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, representantes da Transnordestina, da construtora, de bancos oficiais e os governadores de Pernambuco, Eduardo Campos, do Ceará, Cid Gomes, e do Piauí, Wellignton Dias.

“Ficou tudo acertado em termos de datas, as licenças estão todas concedidas. Fizemos um check list de responsabilidades. É hora de mãos à obra”, comentou ontem Eduardo Campos, durante a festa de confraternização da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe). O governador lembra que foi necessário percorrer um longo caminho até chegar a este ponto, desde o desenho da engenharia financeira, passando pela contratação dos projetos, desapropriações, financiamentos. Os dois últimos lotes, inclusive, só começarão em março porque ainda passam por modificações nos projetos de engenharia.

O trecho Salgueiro/Suape tem 522 quilômetros de extensão e orçamento estimado em R$ 1 bilhão. Ao todo, a Transnordestina está orçada em R$ 5,4 bilhões e é um dos maiores projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Sua construção foi iniciada em junho de 2006 pelo trecho Salgueiro/Missão Velha (CE), de 96 quilômetros. Já o ramal Trindade/Eliseu Martins (PI), de 420 quilômetros, teve a obra iniciada em fevereiro de 2009.

Operação – A previsão inicial era a de que a ferrovia Transnordestina estivesse operando ao fim de 2010, mas agora fala-se em abril de 2012. Pronta, a Transnordestina irá ligar áreas produtoras de grãos do sul do Piauí e do Maranhão aos portos de Pecém (CE) e Suape (PE), através de 1,8 mil quilômetros de trilhos. Escoará a produção de grãos do sul do Maranhão, do Piauí e do oeste baiano, gesso, entre outras cargas, podendo transportar até 30 milhões de toneladas/ano.

Noticia boa para o Cabo de Santo Agostinho
Também foi incluída no projeto da ferrovia a recuperação da chamada Linha Sul, trecho de 550 quilômetros que vai do Cabo de Santo Agostinho até a cidade alagoana de Porto Real do Colégio, ligando a Malha Nordeste à Malha Sudeste. De acordo com previsões divulgadas na reunião de terça-feira, essa linha voltará a operar em abril de 2010. “Trata-se de um ramal muito importante, responsável pelo transporte da produção da indústria açucareira alagoana para nossos portos”, destaca o governador.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: