Saiba como conseguir o auxílio-doença para tratar a dependência química

Saiba como conseguir o auxílio-doença para

tratar a dependência química

Requisição para o auxílio-doença pode ser feita pela internet, no site da Previdência

Da Redação do pe360graus.com

Reprodução TV
Foto anterior

Na série de reportagens Pedra da Morte, exibida pelo NETV 1ª Edição ao longo da semana passada, alguns personagens apresentados tinham conseguido o beneficio do auxílio-doença, concedido pelo INSS: durante o tratamento do vício, essas pessoas recebem o valor, que ajuda a família na manutenção dos custos.

Porém, existem alguns critérios para a concessão do beneficio. O trabalhador em questão deve comprovar sua incapacidade em perícia realizada pela Previdência Social, além de ser obrigado a realizar exame médico periódico para acompanhar a evolução do tratamento.

Se você tem dúvidas sobre o auxílio-doença ou quer contar alguma história sobre dependência química, clique aqui para falar com a equipe do NETV 1ª Edição.

A requisição para o auxílio-doença pode ser feita pela internet, no site da Previdência . O interessado deve escolher a agência do INSS onde vai fazer a pericia. No momento do requerimento, a pessoa deve informar:

* NIT – Número de Identificação do Trabalhador (PIS/PASEP/CICI), nome completo do requerente, nome completo da mãe e data do nascimento;
* Indicar a categoria do trabalhador, se contribuinte individual, facultativo, trabalhador avulso, segurado especial (trabalhador rural), empregado doméstico, empregado ou desempregado;
* Data do último dia de trabalho no caso do empregado, CID constante do atestado médico que gerou o afastamento e CNPJ da Empresa;
* CPF e Nome do Empregador no caso de Empregado(a) Doméstico(a).
* Verificar se o endereço que consta em no banco de dados está correto. Caso contrário, é preciso ligar para a Central do INSS, no número 135, e atualizar o cadastro antes de requerer o benefício, pois toda documentação será enviada no endereço que consta em no banco de dados do Instituto.

O site do INSS traz diversas outras informações sobre a solicitação do auxílio-doença. Clique nos links abaixo para conferir:

* Orientações para requerimento do beneficio
* Orientações para preenchimento do formulario
* Consulta ao processo de concessão de auxílio-doença (para quem jpara quem já solicitou e já fez a perícia)

Comments
2 Responses to “Saiba como conseguir o auxílio-doença para tratar a dependência química”
  1. GENIOLSON CAETHANO disse:

    Prezados amigos e amigas, abaixo está cópia do E-MAIL que recebi do DNIT – Engº Emerson Valgueiro de Morais – Supervisor de Operações Rodoviárias, em resposta a solicitação que remeti no dia 30 de outubro de 2009 (SOLICITAÇÃO EM CARÁTER DE URGÊNCIA), para colocação de redutores de Velocidade no bairro de Pontezinha – Cabo de Stº Agostinho/PE, cuja falta tem vitimado muitas pessoas, inclusive fatalmente. Entretanto, é importante continuarmos lutando para que os Redutores de Velocidade e as Sinalizações sejam implantados o mais rápido possível, para tanto, solicito que enviem e-mails e/ou mantenham contato com autoridades, a fim de somarem-se a nós nesta luta, cobrando empenho das autoridades do DNIT, em Brasília, a fim de buscar uma solução para nosso problema.

    Genilson Caethano – Gestor em Seg. Púb. e Privada/Morador de Pontezinha

    _____________________________________________________________________________________

    data : 4 de janeiro de 2010
    Assunto : Resposta a Solicitação de implementação Redutores de Velocidade
    Em conformidade com a solicitação de Vossa Senhoria, constante do e-mail, datado de 30/10/2009, comunicamos a V. S.ª que área técnica do DNIT elaborou estudo técnico, objetivando a implementação de equipamentos Redutores de Velocidade, nas imediações do km 88,7 da rodovia BR- 101 no distrito de Pontezinha. Outrossim, informamos que através processo administrativo nº 50600.013949/2009-25 foi encaminhado o referido estudo à Coordenação Geral de Operações Rodoviárias/DIR/Brasília na data de 30/12/2009.
    Atenciosamente,

    Engº Emerson Valgueiro de Morais
    Supervisor de Operações Rodoviárias

    NOSSO E-MAIL

    QUANTOS PNEUS AINDA QUEIMAREMOS? QUANTOS DE NÓS AINDA TEM QUE MORRER? AJUDE-NOS!

    Nós, moradores da Comunidade de Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho – PE, que somos uma população de mais de 20 mil habitantes, há anos sofremos com um sério problema, e as “autoridades” continuam cegas, surdas, continuam alheias as nossas reivindicações em busca de uma solução para nossa demanda. Dentre tantos, nosso maior problema é a BR 101 SUL, passa no centro da comunidade de Pontezinha, dividindo-a ao meio, obrigando os moradores – entre eles, idosos, crianças, deficientes físicos, etc…- a atravessar a BR 101 Sul, diariamente, para se deslocar ao comércio, escolas, igrejas….Como trata-se de uma rodovia de trânsito rápido, temos que arriscar nossas vidas driblando os veículos que trafegam em alta velocidade, numa atitude extremamente perigosa e inaceitável. O que torna ainda mais preocupante a situação é que a Rodovia BR101Sul / Pontezinha, não possui qualquer tipo de redutor de velocidade, lombada eletrônica, sequer faixa para travessia de pedestre, para que os veículos diminuam ou parem fazendo com que os moradores atravessem com segurança. A situação se complica ainda mais porque temos uma Rodovia Estadual, conhecida por Estrada da Curcurana ( ligando o litoral de Barra de Jangada /Jaboatão à Pontezinha /Cabo), que se liga com a BR 101 Sul, exatamente no centro de Pontezinha e, é uma rota de escoação importante dos produtos oriundos do Complexo Portuário de Suape e com a chegada do verão há o aumento considerável do fluxo de veículos para as praias (Porto de Galinha, Gaibu, Suape…) passando por Pontezinha, bem com, com o início da moagem de cana-de-açúcar várias Usinas, transportam sua produção, oriundos da Zona da Mata Sul, pela BR101 Sul aumentando ainda mais o tráfego de veículos na BR 101 Sul , na altura de Pontezinha. Outro problema grave está na ponte (sobre o Rio Jaboatão), que liga o bairro de Pontezinha ao de Ponte dos Carvalhos, ambos do município do Cabo de Santo Agostinho, que não possui passarela lateral para travessia de pedestres, ciclista, carroças…(nos moldes que possui uma ponte idêntica, construída na saída do Município de Palmares – sentido Caruaru, em Pernambuco ) colaborando ainda mais com os acidentes, muitas vezes fatais, e diários, além dos já tradicionais congestionamentos. Como senão bastasse todas essas mazelas, foi feito um desvio e um novo trecho da BR 101 Sul foi construído, passando por fora da comunidade, visando desafogar o tráfego na comunidade, todavia, nunca foi oficialmente inaugurada, gerando uma enorme conflito de jurisdição, já que tanto o antigo trecho(passa pelo centro das comunidades de Pontezinha e Ponte dos Carvalhos, no Cabo), quanto o novo trecho, passa por fora das comunidades, possuem a mesma marcação de quilometragens (estão em duplicidade). Solicito a V.Sª, face ao exposto, a colocação imediata de lombadas eletrônicas e físicas, redutores de velocidade, semáforos, faixas de travessia de pedestres e controle de tráfego, a fim de sanarmos o problema. Genilson Caetano da Silva – Gestor em Seg. Pública e Privada. Contato: 8187744472

  2. ana lucia SOUZA disse:

    ACONTECE QUE NINGUÊM MAIS CONSEGUE AUXILIO DOENÇA DEPOIS DO PRESIDENTE LULA .ELE SEM DÚVIDA FOI O PIOR QUE JÁ TIVEMOS; MUDOU AS LEIS PARA APOSENTADORIA,TÁ MASSACRANDO O TRABALHADOR IMPOSSIBILITADO DE TRABALHAR ,COM ISSO TÁ TIRANDO MUITO DOS BENEFICIÁRIOS. E COLOCANDO NA CONTA DELE,É LÓGICO.TENHO UMA PRIMA QUE SE ENCONTRA IMPOSSIBILITADA PARA O TRABALHO DESDE 2004 POIS SOFRE DE DEPRESSÃO TEM PERDA AUDITIVA,JÁ OPEROU, SOFRE DE TENDINOPATIA SUPRA ESPINHAL E SINDROME DE CARPO E O JUIZADO FEDERAL NEGOU QUE ELA VOLTASSE A RECEBER O AUXILIO DOENÇA,TAMBÉM NEGOU EM PAGAR OS BENEFÍCIOS ATRASADOS NO VALOR DE 12 MIL REIAS CORRESPONDENTES AOS 5 ANOS QUE PERMANECEU NA CAIXA .PARA CONCLUIR A EMPRESA QUE ELA TRABALHAVA MANDOU EMBORA E NÃO CONSEGUE FAZER FISIOTERAPIA ,POR QUE PERDEU O CONVÊNIO E PELO SUS É IMPOSSÍVEL .E TÁ SENDO SUSTENTADA PELA MÃE DE 75 ANOS APOSENTADA QUE GANHA 1 SALÁRIO MÍNIMO E AINDA TEM UM FILHO DE 10 ANOS , ESSE LULA NÃO É UM VERDADEIRO CARRASCO? OLHA SÓ… ELE CORTOU O DEDINHO NUMA SERRA QUANDO ERA METALURGICO SÓ PRA SE APOSENTAR! TAMBÉM DEVERIA SER ANULADA A APOSENTADORIA DELE. NÃO ACHAM?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: