Será que o povo do Cabo está preparado para o desenvolvimento

Será que o povo do Cabo está preparado para o desenvolvimento

Por: Franklin Veloso

Caro amigo Moura

Primeiramente, quero parabenizar-te pela iniciativa de publicar por meio do “Portal Cabo”, notícias de nossa cidade. Para mim é uma forma de diminuir a  distancia de minha cidade, pois moro no Rio de Janeiro, mas nunca deixei de estar presente e atualizado com os fatos que acontece em nossa região. Ainda reitero a publicação sem cunho político-partidário, mas sim em defesa dos enteresses da população cabense.

Mas caro amigo, esse não é principal motivo que lhe mando este e-mail, na verdade faço a seguinte pergunta para sua pessoa: “Será que o povo do Cabo está preparado para o desenvolvimento?”

Quando li seu editorial sobre o mercadão, da situação de abandono pelo poder publico me veio esta questão, será que só a culpa pelo atraso está no poder publico e também na população de nossa cidade, será que nosso papel como fiscalizador do poder público, não está sendo usado, ou se for usado e por intenção eleitoreira ou de interesses de um determinado grupo.

A verdade que a população do Cabo não acordou para a realidade. A verdade que vivemos, fora da realidade que a cidade está vivendo verdadeiramente, e digo que isso não é culpa do poder publico, e sim da consciência da população.

Usando o editorial supracitado, temos um caso clássico de falta de consciência. É verdade que o projeto do Mercadão, que alias ao meu modo de ver foram uma das pouca boas heranças que a “Administração Elias Gomes” nos deixou, é de grande valia para o comercio informal deixando mais organizado e tornando mais agradável para a os comerciante e os consumidores, mas o que vejo que foi feito o projeto , o treinamento, mas o próprio comerciante não tem a consciência da preservação e boa aparência dos produtos por eles oferecidos. È papel do estado a fiscalização, mas é papel do comerciante a conservação e a qualidade do produto. Seria a culpa somente do governo?

Porque aqueles comerciante que expõe suas mercadorias sobre as lonas plásticas, não se cadastram e ocupam os boxes que estão livres, tendo estes próprio melhores condições de acomodação de suas mercadorias, será que o poder publico é o único culpado por isso?

Infelizmente, uma parte de nossa população ainda trata o cabo como uma cidade de interior, ainda rural, ainda coronelista. Ainda não se atentaram que o cabo passou desta fase. Agora nossa cidade é a mais prospera do estado, com grande participação no ICMS, e no apoio ao Complexo de Suape, grande potencial turístico do estado, me arriscando a dizer, que até mais do que Porto de Galinhas.

Já que citei turismo, aí está outro ponto de falta de consciência da população. Bem verdade que a nossa melhor praia, Gaíbu, está abandonada pela administração publica, mas também nos falta consciência de querer fazer melhor pelo turismo e pelo acolhimento dos turistas. Não existe um balneária badalado sem oferecer serviços que agradem aos turistas, com varias opções de divertimento, acomodação, uma boa rede gastronômica, Casas noturnas com boa musica e ambientes agradáveis. Mas que nos temos em gaíbu, bares e nada mais, como no termo popular “pega bebos!”.  São escassas as atrações na noite de gaíbu, a iniciativa privada cabense, não tem a visão de a construção de uma imagem de um balneário agradável. Outro fato, o atendimento no quiosques e bares, de péssima qualidade, onde o cliente praticamente é o garçom, muita demora pouco, capricho, e nenhuma preocupação com a boa imagem da região. E bom lembrar que turista bem tratado sempre volta no próximo ano e atrai mais turistas ainda. Será que nenhum desses comerciante comerciantes não conseguem nem pesquisar em Porto de Galinhas como se faz. Diante desses fatos me pergunto: será culpa exclusiva do poder publico?

Infelizmente, muitos cabenses não evoluíram, estão na era rural, dependendo dos coronéis que ainda existem em nossa cidade, defendendo a ferro os mesmo, que so aparecem ou trabalham com seriedade faltando um ano para a eleição, que não contentes com os estragos feitos por eles ainda deixam herdeiros políticos, que na verdade são testas de ferros para que eles possam ainda governar a distância. Mas será culpa só dos coronéis, estão lá por vontade do povo, que nem sempre é consciente.

A Verdade é que o Cabo não necessita apenas de uma reforma política, mas sim de uma reforma nas nossas consciências, de querer um lugar melhor, a  partir de nossas próprias ações, seja pelo voto, fiscalização, denuncia ou  empreendorismo, e sem querer passar para  conta do poder publico erros cometidos por nós mesmos. Os erros do poder públicos tem que ser denunciado por todos, seja adversários ou aliados, pq a critica e o erro faz parte de qualquer processo de evolução e desenvolvimento, mas a omissão é o pior dos pecados.

Escrevo esta sem fim político, apenas como uma critica a população e que ele de desenvolva na velocidade em que o cabo precisa e necessita..

Um grande abraço !

Ass.Franklin Veloso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: