Entidade Vicente Pinzon um Fantasma atrás do Radio

Entidade Vicente Pinzon um Fantasma atrás do

Radio

Em homenagem ao desembarque do navegador espanhol Vicente Yanes Pinzón, no litoral do Município, no ano de 1500 que se comemora neste dia de hoje em nosso Município Cabo de Santo Agostinho fui buscar relatos de sua passagem por nosso município, contudo em busca da matéria me deparei com uma afronta contra o nome deste grande baluarte da nossa cultura.

“Vicente Pinzon um Fantasma atrás do Radio” isto foi o que minhas buscas constataram por onde começo meu relato:

Tudo começou com uma simples acusação do Presidente da UCEP Moisés Xavier onde o mesmo afirmava nesta época a Entidade Vicente Pinzón era um fantasma que o Deputado e atual Prefeito do Cabo Lula Cabral era o maior beneficiário e criador desta com a pretensão posterior na concessão de uma Radio local. Diante desta constatação encontramos uma resposta que foi dada pelo Deputado na Época veja abaixo:

O deputado Lula Cabral vem a público restabelecer a verdade dos fatos. De início cumpre esclarecer que a Associação Maria Carlota teve apenas iniciada a sua existência legal, com a consecução dos documentos, sem contudo ter sequer iniciado suas atividades e muito menos recebido qualquer subvenção da Assembléia ou qualquer outro valo de quem quer que seja, nem mesmo conta bancária chegou a ser aberta, sendo absolutamente mentirosa a alegação de que tenha recebido qualquer importância, conforme se pode atestar por documento emitido pela presidência da Casa Joaquim Nabuco, a disposição de quem quiser tomar conhecimento.

Porquanto as notícias veiculadas na televisão foram decorrentes da atitude inescrupulosa de elementos que objetivando fins eleitoreiros distorcem os fatos e, tal qual salteadores da honra alheia, disseminam inverdades, com as que foram publicadas neste periódico no último número. No que diz respeito à Fundação Vicente Pinzón, o deputado apenas apóia financeiramente os projetos que porventura tragam benefícios à sociedade cabense. Constituída sob os auspícios do Nobre Representante do Ministério Público, a Fundação Vicente Pinzon tem na composição de sua Diretoria, pessoas da mais absoluta confiança da sociedade cabense, portadores de ilibida conduta sócio-moral e econômica, e conhecidas do Deputado Lula Cabral, cujo o objetivo precípuo e constante do seu estatuto é a melhoria do sistema de ensino do município do Cabo de Santo Agostinho, através de uma miríade de projetos sociais, já tendo prestado relevantes serviços à comunidade cabense, conforme se pode inferir da prestação de contas realizada ao longo de sua existência, mesmo sem ter recebido qualquer ajuda governamental. Nesse contexto a Fundação Vicente Pinzon, para a sua consecução dos seus objetivo poderá utilizar-se de todos os meios necessários à divulgação e instrumentalização do fim a que se destina como a criação e manutenção de estabelecimentos de ensino de todos os graus e níveis.

Evidentemente, em face do avanço tecnológico dos nossos dias, a Fundação Vicente Pinzon poderá até utilizar-se de meios de comunicação avançados, como a rede mundial de computadores INTERNET, criação de rádios AM/FM e até mesmo de televisão. O fato de ainda se encontrar em fase embrionária e como depende de donativos para sobreviver, seus propostos, tendo que se abriga em uma sede ainda provisória, obtida mediante comodato gratuito de um imóvel pertencente à sua diretora, tudo isso somente vem demonstrar a lisura da conduta dos membros da diretoria da Fundação e mais ainda, nada recebem em troca do seu trabalho voluntário. Fim

Diante desta constatação já temos a criação de fato desta tal Fundação que inclusive na época começou a receber Emenda do atual Deputado

Veja

ESTADO DE PERNAMBUCO
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE PERNAMBUCO
Legislatura 14º Ano 2001

Emenda No. 706/2001

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO

Adite-se nova meta ao projeto de lei nº 936/2001, no projeto atividade assistência multisetorial a municípios e entidades- Secretaria do Governo para apoiar as ações de assistência médico-odontológica da fundação Vicente Pinzon do Cabo de Santo Agostinho

Justificativa

Contribuir para que a população de baixa renda e todos aqueles situados na perifeira do município do Cabo de Santo Agostinho possam dispor de um atendimanto médico-odontológico gratuíto de qualidade

Sala das Reuniões, em 31 de outubro de 2001.

Lula Cabral
Deputado

VOCE JÁ VIU ESTE SERVIÇO POR AQUI NO CABO DESTA FUNDAÇÃO

ESTADO DE PERNAMBUCO
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE PERNAMBUCO
Legislatura 14º Ano 2001

Emenda No. 704/2001

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO

Adite-se nova meta ao projeto de lei nº 936/2001 no projeto atividade assistência multisetorial a município e entidades – Secretaria do Governo para aquisição de ambulância, destinada a fundação Vicente Pinzon no Cabo de Santo Agostinho.

Justificativa

Contribuir para que a população de baixa renda da periferia do Cabo de Santo Agostinho possa dispor de transporte gratuíto e adequado no deslocamento para uma assisatência médica ou hospitalar na cidade ou em qualquer outro município da RMR.

Sala das Reuniões, em 31 de outubro de 2001.

Lula Cabral
Deputado

VOCE JÁ VIU ESTE SERVIÇO POR AQUI NO CABO DESTA FUNDAÇÃO

E as coisas não param por ai onde também encontramos outros incentivos

Extraído de: DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO –  24/12/2007

EXTRATO DE CONVENIO

Convenio UFV n.° 051/2007. PARTES: UFV/Fundação Vicente Pinzón/FUNARBE. OBJETO: Estabelecimento de um programa de mutua colaboracao, com a finalidade de propiciar a UFV todos os meios e recursos, de que dispoe a Pinzón para implantacao de projetos que visem a promover, realizar e divulgar atividades de extensao rural que propiciem o desenvolvimento agricola, educativos e culturais, visando o desenvolvimentos de acoes de incentivo e apoio a producao audiovisual na regiao do nordeste, bem como o desenvolvimento de novas tecnologias voltada para a area de radiodifusao, com foco no sistema de transmissao digital. PROCESSO N.º: 016587/2007. PRAZO: Tres anos. DATA DA ASSINATURA: 07/12/07. ASSINAM: Pela UFV, Claudio Furtado Soares, Vice-Reitor no exercicio da Reitoria. Pela Fundação Vicente Pinzón, Giovanni Jose da Rocha Lins Silva, Diretor Presidente. Pela FUNARBE, Demetrius David da Silva, Diretor-Presidente.

Já que verificamos tudo isso e mais alguns informes fomos atrás desta Fundação de uma olhada onde esta fundação deveria funcionar com todos estes serviços sendo Prestado Para a População Cabence

Agora com a Criação da Fundação Vicente Pinzon, pessoa jurídica de direito privado, associação civil sem fins lucrativos e permissionária do serviço público (Rádio Educativa Cabo-FM,
101,1 Mhz, canal 266, classe B-2), CNPJ nº 04.506.191/0001-19, nesta Comarca

Bom abaixo seguem em caráter terminativo, sobre o Projeto de Decreto Legislativo nº  287,  de 2009 (nº  1.101, de 2008,  na Câmara dos Deputados), que  aprova   o   ato   que  outorga  permissão  à Fundação Vicente Pinzon para executar serviçode  radiodifusão sonora emfrequência modulada na cidade  de Cabo de Santo Agostinho,  Estado de Pernambuco aprovado pelos Senador Sergio Guerra e Senador Artur Virgílio

A uma nova investida da entidade, agora uma rádio será instalada pelo Prefeito no município de Ipojuca, onde ele pretende ser candidato a concorrer ao poder executivo. Perceba no documento pra onde leva esse link: http://www.senado.gov.br/sf/atividade/materia/getPDF.asp?t=47100 o nome de ELIANA FERREIRA, como presidente da entidade, ela foi  a presidente da Comissão de Licitação, hoje afastada pelo MP e o de Daniel, Cunhado do prefeito, além de Dermerval Florêncio Secretário de Administração da PMCSA.

Veja que temos uma Radio Educativa e Portanto a sua obrigação seria de Educar não parece o que vimos em sua programação diária o que pode ser constatado por todos os Cabences, no que converge com as leis federais com as obrigações que tal Fundação tem um nome a respeitar perante toda uma sociedade e por não falar do Brasil, pois o mesmo baluarte que o nome de Vicente Pinzon faz parte, e traz para nos Cabences um grande destaque no contexto do Descobrimento do Brasil fico a me perguntar diante deste grave erro encontrado pelo Portal Cabo

Será que esta Rádio Educativa divulgar a cultura local? O qual é missão da Rádios Educativas.

Se na sua programação a rádio toca somente música de sucesso ou o que está nas paradas é porque não é rádio Educativa.

É importante que a rádio transforme cada programa num difusor cultural

A rádio educativa deve ser educativa. Por exemplo, quando tocar música de determinado cantor, diga quem ele é , fale sobre suas obras, a importância do seu trabalho; se for da região, inclua entrevistas,… Dê riqueza ao trabalho, com informações. Do mesmo modo, explique ao povo da região que a rádio comunitária não vai tocar, digamos “dance music”, porque é uma música que já toca nas outras rádios, é um lixo importado, não tem a ver com a realidade local…Esta Rádio faz isso?

Mantenha um sistema de serviço constante. Fale das reivindicações da comunidade. Divulgue a oferta de empregos na região, dê os nomes de quem procura emprego. Mande avisos, recados,… Coloque um boletim sobre cuidados básicos com a saúde, sobre qualidade de vida, alimentação… Esta Rádio tem este compromisso?

É importante que a rádio educativa aborde questões que dizem respeito à comunidade e ao país. Promova debates sobre questões como reforma agrária, direitos humanos, educação, aborto, política, saúde, sem-teto etc. Esta Rádio faz este tipo de abordagem? Basta ver sua Programação longe de explorar projetos voltados à educação e a cultura, vem, há muito, leiloando sua programação e espaços publicitários, dedicando-se a questões político-partidárias e de caráter comercial, o que possibilita a divugação dos seus interesses; justamente porque não é vantajoso para os detentores do poder, utilizar a rádio a serviço da educação, até porque a rádio é um grande instrumento para atingir à população, e se este fosse melhor aproveitado a serviço da educação, resolveríamos eficientemente as questões relacionados ao analfabetismo.

Poderia ficar aqui relacionando varias de suas atribuições mas é melhor deixar isso ao Ministério Publico aquém tem o Direito de resguardar a memória e cultura de um povo, bem como o nome de uma figura tão importante de Vicente Pinzon.

E diante destes fatos e tantos outros que estão sendo apurados temos que neste dia de hoje dar um basta neste tipo de afronta a nossa cultura natal, onde os desmandos de um grupo político afrontam até a memória de Vicente Pinzon o deixando como MERO FANTASMA ATRAS DE UMA RADIO

Ass. Moura

Comments
13 Responses to “Entidade Vicente Pinzon um Fantasma atrás do Radio”
  1. Tem homens com um sentido a mais, uns têm facilidade de encontrar água em deserto, outros pé em cobra, outros cifre em cabeça de cavalo e outros ainda, fantasmas.
    Porém existem uns a quem foram dados todos estes poderes e junto um
    comprometimento com seus concidadãos.
    Estou cansado de dizer que; quem dirige uma empresa tem na rádio pião um grande aliado, as conversas em refeitórios, reuniões apos o trabalho, podem dar ao administrador uma imagem do todo.
    Vista pelos olhos dos subalternos, muitas vezes uma crítica ou críticas que podem, dependendo do gestor, soar como um alerta de que algo esta errado dando-lhe tempo para os devidos ajustes e correções.
    Na gestão pública a coisa funciona da mesma forma mudam apenas os críticos em vez de subalternos o poder maior, o povo.
    Dele, das vozes que emanam do povo um gestor pode traçar um quadro de sua administração, mais para isto tem que ouvir fazer parte, estar e ser parte deste povo, ao afastar-se perde o contato com a visão crítica e muitas vezes construtiva deste povo, visto corre-se o risco de errar e permanecer no erro, de desvalorizar, indicações, avisos e queixas que vêm do povo ficando-se balizado apenas pelas boas notícias às vezes falsas que lhes são passadas.
    Pior ainda é afogar-se em poder, fechar-se num castelo inexpugnável, como se nada seja capaz de atingi-lo.
    Hoje nenhum gestor pode sequer pensar que é o senhor absoluto do poder, os meios modernos, as facilidades de troca de informações sempre encontram brechas e erros.
    Se ao primeiro sinal de alerta se toma uma posição defensiva e corretiva, centralizando as decisões até que se tenha o controle total, talvez o povo Cabense não acordaraia lendo, vendo e ouvindo falar de tantas denúncias.
    E neste caso a coisa é ainda mais grave, pois envolve entidades públicas e todo o poder legislativo que não é capaz de cumprir sequer sua função mais básica, fiscalizarem o que é feito com o dinheiro público, pois é provável que a assembléia tenha aprovado a liberação de verbas para esta fundação.
    Rádio, jornais ou qualquer meio de comunicação que critique governos em geral alvos de represálias e sabem porque? Por que as críticas não são vistas como erros apontados e passivos de correção, este erro na maioria dos casos custa uma vida política.
    Visto que ainda existem na justiça homens que não se vendem e honram seus juramentos e respeitam a constituição, erros graves, não corrigidos e explicados podem suar como atitude ilícita premeditada.
    Um gestor pode passar pelo poder e não ser visto, pode passar e apenas ser notado, criticado ou destruído, não financeiramente mais moralmente e isto, para quem tem honra é de inestimável valor.

  2. Biro de Pirapama disse:

    Assim, ao estudarmos cultura no Brasil, podemos nos preocupar em saber o que seria a cultura no Cabo de Santo Agostinho, ou qual seria a importância dos meios de comunicação de massa na vida deste Município, ou indagarmos sobre a cultura das classes Política de um novo tempo ou sobre a cultura popular. A partir de uma idéia de refinamento pessoal,a cultura se transformou na descrição das formas dominantes e prepotente de um governo que se diz que era amigo da cultura em épocas bem remotas, o que de fato vem demonstrando ao contrario de que se pregoou iludindo um povo e uma cultura.

    Diante de tais fatos descoberto pelo Portal Cabo, deve ter a pretensão o gestor querer virar o maior inimigo da cultura de nosso povo ele sim que quer estar no lugar de Pinzon não como o descobridor de novos horizontes e sim o descobridor da intolerância, da arrogância dos desmandes de uma ditadura Cabralina a qual quer se perpetuar com sua passagem pelo Cabo.

    Mas como tudo na vida tem um começo e um fim o fim deste deve ser em uma masmorra de pedra onde o mesmo nunca deveria ter saído.

  3. Esopo, autor grego do século VI a.C, a quem se atribui o gênero fabula, aparentemente tinha premonições, se visse hoje seria consagrado como vidente da grande poder.
    “Nós enforcamos os ladrõezinhos e indicamos os grandes ladrões para cargos públicos” – Esopo

    Será que o homem tinha visão?
    Ou foi um percursos dos brasileiros?

  4. Viveane Araujo de Pontezinha Cabo disse:

    Em defesa da cultura Cabence
    O povo é o titular do poder e sua Constituição é a manifestação básica e essencial desta titularidade (Barthelémy). Esta é colocada em risco inúmeras vezes, eis que é submetida a processos legislativos, reveses políticos e às mais esdrúxulas interpretações pelos operadores do direito. Somente através da instauração de princípios podemos assegurar um caminho interpretativo a ser seguido, de modo a cristalinizar e discutir a disparidade do ser com o dever ser (Miguel Reale), tornando possível observar o fenômeno intrínseco axiológico de uma Constituição e de corretamente utilizá-la.

    Miguel Reale exara seguinte pensamento “o Estado e o Direito não são fins, mas apenas meios para a realização da dignidade do Homem, que é o valor-fonte do ordenamento”. Essa visão torna o “Homem o epicentro do ordenamento jurídico-constitucional, colocando-o como um valor superior ao Estado”, a fim de que as necessidades e anseios dos cidadãos sejam atendidos. Isso ocorre para evitar interpretações nocivas ao cidadão, através dos princípios constitucionais
    Portanto quero agora dizer que ai esta uma grande deixa para a atual Oposição no Cabo sair às ruas engajada na defesa de Pinzon, e se não o fizer terá que prestar contas dos seus atos, e deste silencio desta tal oposição que ainda não mostrou para o povo do Cabo o que é fazer oposição.

    Portanto se acham que virar canguru ou Qualquer marsupial selvagem, o mesmo é cuidadoso com os humanos. No entanto, durante a seca, os cangurus são obrigados a partir para áreas povoadas em busca de comida. Quando os humanos se aproximam, eles podem se sentir ameaçados e se defenderem. Mesmo sendo simpático, um canguru bravo é capaz de matar um humano. Bom se a oposição tem pretensão de se declarar um oposição de Canguru deveria estar em outro canto cercadas, pois podem correr o risco de extinção.

  5. Terezinha disse:

    Moura voce esta de Parabens abordando um fato tão importante para o Povo do Cabo

    No dizer do romano “Marco Antônio” “o mal que os homens fazem vive depois deles. O bem é quase sempre enterrado com seus ossos”. É nesse sentido que o legislador originário resguardou os interesses do povo, colocando na posição privilegiada de princípio da moralidade administrativa.
    No filme O Gladiador, o general do exército romano Maximus disse a sua tropa pouco antes da batalha “O que se faz na vida ecoa na eternidade”, da mesma forma podemos entender a atuação do Administrador Público, porque seus atos escapam da seara administrativa para interferir no cotidiano de cada cidadão brasileiro, acarretando problemas ou impondo soluções a depender da atuação administrativa do Municipio.
    E quando o gestor tenta de forma descarada formar um império sob a lacunas das leis, onde para o povo só toma conta dos fatos muito tempo depois, fica difícil, mas não impossível de colocar o devido respeito a Vicente Pinzon basta a sociedade organizada tomar pelo poder constituído de fato e de direito esta fundação Vicente Pinzon através do Ministério Publico, onde o mesmo pode salvaguardar a memória deste Grande navegador diante desta afronta do atual Gestor Lula Cabral e sua equipe.

  6. Nosso povo carece de orientadores, que possam interpretar pelo menos parte de sua lei maior, a constituição.
    Nela lemos:
    Ex vi do parágrafo único, do art. 1º, da CF/88, “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”. O povo é soberano e a ele pertence o poder. Não vivemos numa monarquia absolutista, onde tudo pertence ao soberano e, por isso mesmo, sobre ele não poderá incidir qualquer responsabilidade. A forma institucional do nosso Estado é a República, palavra derivada do latim “res publicae”, no seu sentido originário de coisa pública, ou seja: coisa do povo e para o povo, como bem proferiu Cícero.
    Este ou diretamente, é claro!
    O povo pode tomar para si a responsabilidade e se fazer cumprir sua constituição que para ele, foi feita visando seu bem estar, sua segurança, salvaguardando seus direitos. O povo não precisa de outros políticos para exigir o cumprimento de suas leis, as instituições devem ser chamadas à responsabilidade e cumpri o que nela esta determinado, principalmente se quem esta cobrando estas ações é o poder maior, o povo.
    O STF, STJ, O CONGRESSO, as Forças Armadas, têm obrigação de atender os reclamos do povo.
    A chamado dele, por vontade dele, até o morador do planalto pode ser de lá arrancado, imaginem um vereador, governador, prefeito, ou todo o congresso nacional, se não são dignos da honra que lhes foi dada pelo povo, lá não têm direito de permanecer.
    A partir da hora que o povo exigir de forma clara e pública a intervenção das autoridades constituídas, elas não poderão se omitir ao chamado do poder maior.
    O povo é o poder, pena que a maioria não saiba disso.

  7. Junior Caboré disse:

    É simplesmente vergonhoso se nao bastasse os mais de ciquenta processos no ministerio publico do estado, ainda tem mas esse trem de desvios de dinheiro publico, o cabo de santo agostinho esta se transformando no mundo dos desvios de recursos daqui teremos um grande refrao de pinzon e maria carlota o cabo de santo agostinhos esta entalado do carro pipa as graficas a nossa cidade e um mar cheio de peixinhos,mas no entrave da corrupçao,nossos vereadores nao se pronunciam em nada na defesa da moralidade politica deste municipio e preciso fazermos uma grande reflexao com todos os cabenses se teremos condiçoes de garantir um futuro melhor para nossas futuras geraçoes por que o mas interessante de tudo e como a camara de vereadores atraves do seu presidente se comporta sem dar um unico pronuciamento sobre este assunto. deixando que seus proprios interesses politicos estejam a cima dos interesses do povo pergunta nao ofende? sera que os nossos vereadores eleitos pelo voto do povo e pagos por nossos impostos. estao na camara municipal para se curvarem aos desejos e subviniente ao governo municipal ou foram eleitos e pagos por nos para fiscalizarem e defenderem os interesses do povo, mas nao eles se curvam e pouco importa para onde esta indo os nossos imposto para pinzon,maria carlota ou quem sabem daqui a pouco para o pais das maravilhas ou para branca de neve e os seus dez anoes por que de zangado a esperto todos eles tem um pouco.

  8. Beto disse:

    O contraditório é salutar pra vida da democracia,mais a contradição não!Veja o que afirma o atual Prefeito e na epoca Deputado Estadual Lula Cabral:”Porquanto as notícias veiculadas na televisão foram decorrentes da atitude inescrupulosa de elementos que objetivando fins eleitoreiros distorcem os fatos e, tal qual salteadores da honra alheia, disseminam inverdades, com as que foram publicadas neste periódico no último número. No que diz respeito à Fundação Vicente Pinzón, o deputado apenas apóia financeiramente os projetos que porventura tragam benefícios à sociedade cabense. Constituída sob os auspícios do Nobre Representante do Ministério Público, a Fundação Vicente Pinzon tem na composição de sua Diretoria, pessoas da mais absoluta confiança da sociedade cabense, portadores de ilibida conduta sócio-moral e econômica, e conhecidas do Deputado Lula Cabral, cujo o objetivo precípuo e constante do seu estatuto é a melhoria do sistema de ensino do município do Cabo de Santo Agostinho, através de uma miríade de projetos sociais, já tendo prestado relevantes serviços à comunidade cabense, conforme se pode inferir da prestação de contas realizada ao longo de sua existência, mesmo sem ter recebido qualquer ajuda governamental. Nesse contexto a Fundação Vicente Pinzon, para a sua consecução dos seus objetivo poderá utilizar-se de todos os meios necessários à divulgação e instrumentalização do fim a que se destina como a criação e manutenção de estabelecimentos de ensino de todos os graus e níveis.”Será que estas pessoas que tem indicios do mau uso do erário são indonia?Abel Neto, Edna Gomes etc….Só pode ter a confiança daquele que o Ministério Público desconfia. Lula Cbra não gosa de confiança do povo do Cabo,poriso não pode dar confiança do que é nosso.$$$$$$$$$$$.

  9. Dizer-se oposicionista hoje é o mesmo que dize:
    Eu vou às ruas tento armar um protesto, mostrar que sou contra os caminhos deste ou daquele gestor mais na verdade é oposição apenas para mostrar a imprensa para que seus eleitores pensem que esta lutando pelo povo e manter pão gordo que os políticos recebem para aprovar tudo que vem dos executivos.
    Hoje mesmo, o lula vem ao Recife em comemoração ao dia do holocausto, depois irá com Dilma e restante da corja inaugurar uma UPA em Paulista, onde esta a oposição que não age da mesma forma que lula.
    Compra umas cestas básicas, aluga uns ônibus joga dentro uma cambada de artista se dizendo estudantes e trabalhadores e vão lá vaiar e impedir que a mula se auto valorize e adjetive a mulher botox como mãe dos brasileiros, só se for os FDP.
    Não pode? Pode! Lula não faz exatamente isto, quantos ingressos foram doados para encherem as salas Brasil afora para dizer que o povo venera a coisa?
    Quantos vão às ruas gritar viva Lula em troca de uma bolsa família?
    Pode! Se a oposição tivesse vergonha na cara, não fosse tão covarde, mereceria pelo menos os milhões que o povo paga para estas porcarias fazerem um trabalho.
    Ou pelo menos fazer o trabalho pelo qual alguém é regiamente pago e nem lá aparece?
    Né mesmo Ilustre Senhor Assessor Especial de Senador lotado no gabinete em Brasília? Eu sabia que Brasília era grande mais que FAZ DIVISA OU ESTÁ DENTRO DE Pernambuco, nunca, pois o assessor especial lotado no gabinete do amigo senador não sai daqui. Tem gabinete do senador aqui?
    Se houver que me desculpem a burrice.

  10. Já seria uma boa hora de fazer uma bela comparação do sr. Cabral, que não é o Pedro, porém está mais pra Hitler. Quem não se lembra do lendário Aldof Hitler e o seu governo ditador?
    É justamente nessa forma de governar que quero chegar, onde os dois têm muito em comum: arrogância, prepotência, egocentrista, dissimulado, senhor supremacia e tantos outros adjetivos merecedores de um ditador que podemos agregar.
    Foi na briga pelo poder hegemônico do nazismo com o seu pensamento de superioridade, tudo pela honra, que Hitler casou a morte de milhares de judeus por atravessarem o seu caminho, porque a política da época era essa: impor tudo pela força física aqueles que o fazia sentir-se ameaçado. Mas, naquela mesma época de ditadura nasce também uma nova forma de dominação: a indústria cultural – ou cultural de massa, aonde os filósofos da escola de Frankfurt com medo das represálias do governo totalitário de Hitler na Alemanha (período da segunda guerra mundial), vão para os Estados Unidos, e lá descobrem essa industrial cultural; ou seja, o domínio dos meios de comunicação de massa que manipula a sociedade sem precisar de força física, alienando a classe subalterna para realizarem os seus egos, as tachando de “Simpsons”.
    Talvez o sr. Cabral andou lendo muito a história (estória) de Hitler, e quem sabe agregou as duas formas de impor a ordem e estabelecer o domínio de massa através das rádios de concessão educativa (Cabo FM 101.1 e Porto FM 99,5) que tenta fissura a sociedade com seu monopólio, porém esqueceu de ler Carl Marx para seu paradigma, e saber que da dialética do seu governo totalitário, logo, síntese terá, porque nem todos são leigos, surdos e mudos.

  11. Olá minha amiga Viviane!
    Não sei se você conhece o “Método Mãe Canguru (MMC)”? É um tipo de assistência neonatal que implica em contato pele a pele precoce, entre a mãe e o recém-nascido de baixo peso, de forma crescente e pelo tempo que ambos entenderem ser prazeroso e suficiente, permitindo assim uma maior participação dos pais no cuidado ao seu recém-nascido.

    É assim também que deverá ser o nosso pensamento quando gestão, cuidar do povo, principalmente aos mais humildes, com um contato pele a pele, mas segundo dados estatísticos de suas necessidades para as devidas correções e contribuições.
    Ao contrário da atual administração que a cada dia que passa enfraquece a política assistencial à população das periferias da nossa cidade, principalmente no que diz respeito ao quesito distribuição de cestas básicas, onde não tem um cadastro oficial de quem, e quais os critérios deverá receber tais benefícios.

    Porém o que se sabe é que a então vereadora eleita pelo voto popular (hoje afastada do poder legislativo para ocupar novamente a pasta de Ação Social), beneficiou-se da secretaria para a prática da compra de voto ilícito e coagiu os beneficiados com ameaça de cortar o auxilio; caso não fosse contemplada com o pleito. Fatos esses que tramitam no MPPE, e que essa oposição que não será extinta denunciou. Segundo nota do MPPE, o caso já está bastante avançado para o seu desfecho.

    O que é importante ressaltar é que não estamos em um período eleitoreiro para oferecermos propostas para a população, mas se não se lembra o candidato de oposição ofereceu um projeto de mudança para os cidadãos de políticas públicas e sócias que contemplavam a todos. Isso é fato, é real, este plano de governo existe, está no papel, mas só poderá ser executado quando chegar a sua vez. Já o “Prefeito do novo tempo” não se preocupou em mostra nenhuma proposta concreta para os cabenses, pois se tiver me mostre. Acho que tem muitos se preocupando com o que a oposição pensa ou faz e esquece da essência maior que está num governo de oligarquia que não garantem vida saudável para a população. Há um pensamento de Cant – filosofo respeitado – que diz que não devemos ser os meios para os fins, mas ser o fim. Hoje nós somos usados pelo poder para a continuidade da sua hegemonia, poder esse que o bloco de oposição tem combatido com a única amar que pode ser usada: a denuncia da roubalheira que é real, concreta e não fictícia. Afinal, o MPPE estaria mentido? E o nosso papel de levar a população os fatos, isso não fizemos? E como todos sabem das roubalheiras? Eles têm poderes e meios de massa: rádios, grandes jornais, muito dinheiro. Nós temos apenas a voz. E veja o efeito que apenas algumas vozes têm causado. Os reflexos são pequenos, porém, já causam um bom estrago!

    Portanto, não adianta cobrar da oposição quando o problema é a situação. Quando for a vez da oposição que faça o mesmo a situação. Mas claro, se a oposição que passar a situação tiver falcatruas e corrupção. Porém não é isso que nós vemos então. Então não adianta cobrar da oposição porque quem rouba o seu dinheiro é a situação.

  12. Beto disse:

    Como se não bastasse estas aberrações do uso indevido do veículo de Comunicação,a rádio do Sr. Cabral que de educativa não ten nada,conforme abaixo ~resolução do próprio MInistério das Comunicações,ainda se dar ao luxo de fazer propaganda se sua empresa transwiter e de sua alta promoção pessoal,ainda usa mão de obra paga pela prefeitura,como é o caso do Sr. Josadac Miguel e França Neto,que são gargos comissionados e fazem diariamente ao meio dia Programa esportivo,ao invés de estar prestando serviços a população Cabense,é como diz o vergonhoso borys Casoi é uma vergonha.

    Ministério das Comunicações

    FM Educativa
    Radiodifusão
    é o serviço de telecomunicações que permite a transmissão de sons (radiodifusão sonora) ou a transmissão de sons e imagens (televisão), destinado ao recebimento direto e livre pelo público.
    FM
    (Modulação em Freqüência) – é o tipo de modulação que modifica a freqüência da onda portadora.

    Educativa – é a estação radio difusora que realiza transmissão sem fins comerciais, sendo vedada inserção de publicidade.

    Toda a parte referente à utilização do espectro radioelétrico é administrada pela Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL, sendo assim, para acessar o Plano Básico de Radiodifusão ou o Sistema de Reserva de Canais clique no link correspondente.
    Para verificar as rádios legalmente instaladas ou verificar se existe algum canal disponível para utilização, é necessária uma consulta ao Plano Básico de Radiofusão FM.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Portal Cabo and Portal Cabo, Portal Cabo. Portal Cabo said: Entidade Vicente Pinzon um Fantasma atrás do Radio http://is.gd/74CC9 […]



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: