PSL PSDC E PEN assumem oposição independente

PSL, PSDC E PEN assumem oposição independente

NOTA: PSL, PSDC E PEN

Apartir de hoje se desligam da base de oposição natural do Municipio do Cabo. Após uma reunião com a direção municipal desses três partidos foi decido o inicio da agenda da oposição independente, que inicia-se após o carnaval com mobilizações nos bairros.

Estamos agendando para amanha uma entrevista com Rivelino Lemos Presidente do PSL Cabo, para saber quais vão ser os rumos desta oposição independente  aguardem

Comments
16 Responses to “PSL PSDC E PEN assumem oposição independente”
  1. amigos do cabo disse:

    com certeza o sr. rivelino lemos esta voltando para a prefeitura,
    ou esta negociando algo muito bom para ele.
    sr.direto, talvez o senhor não queira postar, mais pelo menos o senhor
    fica sabendo, muito grato, obrigado

  2. Sempre que vejo este negócio de; a direção municipal, estadual etc, é contra isso ou aquilo, meus cabelos ficam de pé.
    Quantos casos já presenciamos de partidos que se revoltam contra este ou aquele caminho seguido e alardearem que agora serão o posição, terão candidato próprio, serão a espada da salvação?
    Dias antes das eleições quem manda compra o partido em Brasília e os que estão no rabo da fila nada mais podem fazer que acatar a decisão dos chefes, os papa tudo em Brasília?
    Ainda não apareceu no Brasil um partido que não se venda em troca de cargos e benefícios para seus seguidores.
    Porém como sou democrático acho que devemos dar um voto de confiança e ver até onde chegará esta oposição.
    Apenas um alerta aos leitores:
    Você pode se disser oposição e não ser verdadeiramente isto.
    Outro alerta é ver até quanto PTB/PT chegará para calar tão honrados defensores da moral e da ética.
    Isto só o tempo dirá!

  3. Brother disse:

    Tem algo errado no ar, estes partidos representam o que em nossa cidade? eu acho que ao invés de tomarem as posições citadas acima, eles deveriam acabar, pois não contribuem em nada para nossa política melhorar!!

    Brother.

  4. SILVANEIDE DA COHAB disse:

    Boa tarde internautas que acessam o portal, queria responder aos amigos do Cabo, se realmente forem amigos, pois parecem inimigos, vejo um certo ar de ódio ou inveja quando se referem a Rivelino Lemos, um homem de sucesso e que a cada dia vence mais a revelia do desejo de pessoas como esses que escreveram o comentário, percebi que se sentiram incomodados com a posição tomada pelo presidente do PSL, mais preparence ainda vem muito mais, aliás conheço Rivelino de infância e hoje ele nem ocupa cargo em Jaboatão nem no Cabo porque não quiz, isso deixa ele em total condição de criticar tanto um lado como o outro. Senhor diretor queria sugerir que o portal só publicasse comentários de pessoas que não tivessem medo de se apresentar e não daquelas que usam pseudônimos falsos por medo de se espor ao ridiculo. Um abraço a todos e muito obrigado pelo espaço.

  5. amigos do cabo disse:

    amigos do cabo, eu sou luiz fernando,
    e você silvaneide da cohab, é rivelino lemos,

    e a essencia do portal é a tranparencia, sua sujestão rivelino não valor nem um.

  6. Junior Kaboré disse:

    Caro amigo moura não entendo o motivo deste pequeninos partidos decidirem caminhar independente se caminhando com todo o grupo esta dificil fazer oposição neste municipio imaginen três pequenos partido sem nenhuma liderança de peso de nome no municipio fazendo oposição aos dois grupos politícos deste municipio,peço-lhe até desculpas amigo rivelino mas sua decisão só pode ter dois motivos ou voçê esta preparando sua volta para o governo municipal,ou está querendo fazer barganha politica com a verdadeira oposição neste municipio que é a oposição de uma cidade melhor para todos (PSDB). e os demais partidos que assim quiserem constru-ir conosco uma alternativa politica ao povo do Cabo de Santo Agostinho e em nenhum momento vamos fazer a politica assistencialista que é o verdadeiro mal politíco,deste municipio e no final quem sempre pagará a conta será todos nos cabenses.
    Junior Kaboré (empresário/vice-presidente PSDB-Cabo)

  7. Santos disse:

    Meu caro Rivelino, eu respeito a sua decisão nesse projeto que não é de agora, mas que vem se embrionado desde tempos bem remotos, em seus ideais, de criar a terceira via do Cabo. Projeto esse que não vejo nenhum problema, desde que sua essência esteja em respeitar o direito de expressão e livre pensamento de todos, em plena democracia, razão universal da liberdade de expressão.

    O bom dessa história é ver que a política em nossa cidade não está em extinção, pelo menos funciona teoricamente. Ao contrário da cidade vizinha, Ipojuca; o que se constata é que lá só existe a situação, e nenhum grupo de oposição, plena monotonia. Devo dizer que lá não existe uma oposição para criticar as ações ilícitas do atual Governo, que tem dezenas de processos que tramitam no MPPE. Ao meu vê, parte daquela população legitima os seus representantes sem saber nem o pra quê.

    Então onde não existe oposição não tem democracia; seria uma falácia ou uma verdade?
    Sem sobra de dúvidas é uma verdade, mais que perfeita, onde aqui em nosso município tenho meu pensamento contra tal Governo, tal pessoa é a favor, assim se faz a democracia: oposição contra situação. Mas agora a “dialética” numa teoria crítica de pontos de vista se completa com a criação da oposição da oposição que é contra a situação. Entendeu? Ou seja: a situação gerou a anteoposição, e desses dois pensamentos criou-se outra oposição.

    Cabe agora a população analisar quem tem a melhor proposta para atender a população, e que nos embates pulares, que é sempre um fiasco aqui, apresente os seus paradigmas deixando aos cidadãos o veredito final que se dará no confirma das urnas eleitorais. Mas o seguinte é esse: todos aqui têm seus egos a se realizar, seja de direita, de centro ou de esquerda, mesmo que seja neutro, mas tem sempre dentro de si a parte agocentrista, porém os seus fins podem ser status, desejos econômicos (na sua maioria), ação social ou humanitária ( esse é raro).

    Queria que todos aqui, cada um, deixasse bem claro a finalidade de seus pensamentos; porque a real é que sempre se esconde no obscuro algo muito mais do que o expressado. Tudo tem sempre um pra quê? Ou por quê? Então todas as criticas aqui tem um fim, os próprios. Porque a final de contas, política está em todo o nosso convívio, apenas temos que ter limites e respeito aos outros pensamentos e seus objetivos, assim se faça o do Rivelino. E daí, de quem é o problema?

  8. Terezinha disse:

    Que bom que estamos atentos as novas discutição vou aguardar os desenrolar dos fatos para poder dar uma pequena contribuição a só quero deixar um recadinho para Junior Caboré. Ninguém anda sozinho, e mesmo que aquele que andou sozinho bastou ele soltar o Verbo e o mesmo começou aglutinar pessoas a sua volta.

  9. biro de Pirapama disse:

    O caminhar Político
    Se quiseres ir rápido vá só agora se quiseres construir algo vamos juntos
    Bom a partir do principio que as idéias inatas se transformam algo, podemos partir deste principio que tudo precisa de um principio.

    Pois ta, ninguém esta sozinho ele pode estar sozinho num contexto particular para alguns, mas observe que sua simples atitude já deixou vários comentários sobre sua atitude, agora lhe pergunto será que o mesmo esta sozinho ou esta formando opinião para poder montar uma base solidas

  10. Amigos, como já apontei o grande problema é que (não dizendo que este seja o caso de nunhum destes partidos) não têm um projeto de governo, se identifica como oposição, vai às ruas, grita, denuncia mais na verdade esta esperando o dia do leilão, quem der mais soma um aliado e um muitos casos são traídos peos cabeças dos partidos, às portas da eleições, já aconteceu, acontece e continuará acontecendo.

  11. Santos disse:

    Meu caro Alberto sua visão é ampla e crítica, principalmente quando o assunto é oposição – às vezes até parece um complô de situação que por traz dos bastidores forma uma contra oposição. Mas espero estar enganado, porém mais cedo ou mais tarde se saberá quem é quem. Se você é o que diz ser, se Rivelino é ou não 2° bloco de oposição, mas contra a situação e não só a oposição.
    Agora mais uma vez descordo de você quando diz que a oposição não tem um “Plano de Governo”. Não sei essa terceira via; de certo tenho certeza que ele existe para o bloco de oposição – se houve alterações, isso não me cabe, mas que à população lhe apresentada foi nas eleições passadas, isso é fato. Não são vocês que dizem que esse grupo já é bem vivido e algo mais? não creio que indagam tal especulação. Acharia que esse grupo cometeria tal falha, se a primeira coisa a se responder num período eleitoral é: quais os benefícios à população. Há uma pergunta: tais cobram muito sobre tal assunto, sobre propostas e coisas mais, porém já é tempo de se apresentar? Ou tempo de criticar? Até porque toda oposição faz isso em qualquer lugar, as daqui também; não se há uma solução dos neutros, porém só críticas. Andem! apresentem as propostas para as soluções de enxugar a máquina e de acabar com a corrupção. Porque a oposição legitima daqui só sabe denunciar, ou seja, mostrar à população, a verdadeira que está nas ruas, às verdades que se escondem nas inverdades.
    Mas o papel dos neutros são criticar a oposição, já viu? Isso é mesmo Brasil. É meu amigo Júnior Caboré enquanto eles roubam de lá, agente denuncia de cá, os neutros só fazem falar. Até parece que a população do Cabo é 100% acessível à internet para só aqui isso fazer. Ah… não se lembra que o vereador da oposição apresentou um projeto de internet grátis e o Prefeito vetou? E aí o que os neutros disseram? Melhor, fizeram?
    Não são eles que dizem os direitos que a população tem, mas se limitam aqui na net. Andem, vão as ruas e mostrem a verdade do atual gestor, pratiquem a democracia e a liberdade de expressão para o verdadeiro povo do Cabo; creio que aqui não estão, porém nenhuma laminha tem.
    Sempre será mais fácil ser situação, ou se não meio termo: hora quer situação, hora quer ser neutro das questões.
    Falar da oposição é bom de mais! O difícil é ser oposição!

    • Moura disse:

      M.D.C
      Movimento Democrático do Cabo

      Por: Moura
      A idéia é simples: Você pode tudo através desse instrumento democrático chamado participação.
      “Os escândalos criam um desencanto que tende a diminuir o interesse das pessoas em participar da vida pública em geral”
      São muitos os caminhos possíveis e os exemplos de sucesso. O referendo sobre desarmamento,começou com a mobilização miúda de vítimas da violência e de gente preocupada com a insegurança. A quebra de patentes de remédios para a AIDS, que contraria interesses econômicos poderosos, só é possível porque há 20 anos a solidariedade uniu quem via a doença de perto. Quer mais?
      Isso sem falar na milhares de ações políticas bem-sucedidas que ocorrem todos os dias e não chegam às páginas de jornal: uma creche nova aqui, uma lombada eletrônica ali, um jacarandá preservado acolá. Por meio da participação, alguns mudam o mundo. Outros mudam o mundinho, aquele ali do bairro, tão ou mais importante que o mundão de todos. Este é, por sinal, mais um lado bom da participação: cada um pode escolher o tamanho da bandeira a carregar. Como somos ser social, nada mais natural que tentar melhorar nosso ambiente em que vivemos.
      No Brasil, muita gente rejeita a política dos partidos e dos políticos profissionais. Corrupção, descaso de alguns eleitos e serviços públicos precários ajudam a entender esse comportamento. Mas a sensação de estar excluído das decisões sobre a coisa pública tem até raízes históricas. O tráfico de influências começou junto com o Brasil. Já na certidão de nascimento do país, Pero Vaz de Caminha pedia ao rei de Portugal um emprego para o genro.
      O sistema eleitoral também não ajuda a estreitar o vínculo entre eleitor e eleito. Muita gente não se sente representada pelo Congresso. E de fato não está, se a conta for feita na ponta do lápis. Os Estados de maior população elegem proporcionalmente menos representantes. E as regras do sistema eleitoral fazem com que os eleitos tenham recebido votos de uma parcela minoritária da população. A maioria dos votos acaba dispersa por uma massa de candidatos não eleitos. Por essas e por muitas outras, tem gente achando que, depois de uma eleição, só resta ficar em casa assistindo a noticiário de CPI e comendo pizza. E pode piorar. “Os escândalos criam um desencanto que tende a diminuir o interesse das pessoas em participar da vida pública em geral
      O que fazer?
      Omissão não é solução, porque, queiramos ou não, boa parte de nossa vida é decidida pela coletividade. Ou seja, quem se omite, por descaso ou falta de informação, acaba transferindo aos outros o direito de atuar politicamente. E não tenha dúvida de que não vão faltar pessoas dispostas a fazer prevalecer os interesses delas. “Se todo mundo se voltar apenas para sua vida privada, não dá para ter uma convivência republicana e democrática”, afirma a socióloga Maria Victoria Benevides. Trocando em miúdos: não dá para ter regras que coloquem o interesse público acima dos interesses particulares e sejam aplicadas para todos, sem distinção entre ricos e pobres, brancos e negros, homens e mulheres, e assim por diante.
      Há muitas maneiras de influenciar diretamente parlamentares e governantes, do presidente da República ao administrador do bairro. Para eles, atender os interesses do eleitor é questão de ofício e também de sobrevivência. Não é à toa que prestam tanta atenção nas pesquisas de opinião. Como não dá para sair por aí procurando institutos de pesquisa para dar sua opinião, o negócio é usar outros canais para expressar o que você pensa. Dá para fazer protestos, escrever carta para jornal, manifestar em rádios, passar abaixo-assinado ou tentar o contato direto ou fazer sua denúncias aqui no Portal Cabo.
      Qual é proposta do MDC
      Um fator que potencializa a participação é a possibilidade de se unir a outras pessoas que tenham o mesmo interesse que você. Por trás disso está a idéia de igualdade que sustenta a própria democracia. Cada um de nós vale o mesmo que o outro, por isso é justo que a soma dos iguais determine a relevância de uma demanda ou de uma opinião. É como se você saísse pela rua com uma camiseta estampando sua reivindicação, e sua causa se tornasse tão importante quanto o volume de pessoas que decidiram acompanhá-lo. No mundo da política, você sozinho não pode quase nada, mas junto com os outros pode tudo.
      “O maior medo do poder público é o povo organizado”
      Sim sem á organização não á idéias e nem metas a alcançar veja que isto já é histórico
      Quando falamos em uma nova via, falamos novos diálogos, novos questionamentos para nossa Cidade o (Cabo), pois hoje politicamente falando temos apenas dois grupos que vem no comando deste Município há muito tempo e não deu ao povo do Cabo outra escolha.
      Qual seria esta escolha (A escolha dos justos pelo bem comum)
      Seria organizar forças entorno de novas idéias e projetos para nossa cidade
      1 Onde poderemos escolher o que será melhor para nossos filhos e netos
      2 Onde poderemos aplicar os recursos para a educação e saúde de forma que o povo tenha e reconheça os proveitos deste recursos
      3 Onde teremos metas e projetos de urbanização controlada e coesa de acordo com nossas necessidades
      4 Controlar e aplicar métodos e processos em que se organiza a secretaria de obras e manutenção do Município dando prioridade discutida e aberta a todas as comunidades
      5 Trabalhar de forma transparente onde todo o cidadão terá acesso a todas as compras, licitações e gastos da Prefeitura
      6 Dar prioridade a contratação de empresas Cabences dando a elas o direito de participar e se qualificar tanto para participar de licitações da prefeitura bem como dar linha de micro créditos ao pequeno e micro empresário
      7 Defender o Município como co-autor de parceria entre Governo Estadual e Federal buscando e formulando recursos para ser aplicado em nosso Município
      Estes são os primeiros princípios do projeto do MDC para o Cabo de Santo Agostinho
      Estaremos convidando a todos os homens e Mulheres de bem que queira participar do MDC, que entre em contato moura@portalcabo.com.br para fazer sua inscrição neste projeto onde sua voz será ouvida por todos
      Para juntos construir um Cabo mais justo para todos.
      Ass. Moura

  12. Santos disse:

    Caro Moura vejo que sua opinão tem fim e posição, mais ainda fundamento. Porém se faz necessário que essa ideologia saia de uma tela, melhor dizendo: da rede mundial de computadores; aqui não surte efeito porque a massa não está aqui, sei que entendes o que digo, todos aqui pelo que percebo tem um lado, um grupo ou um partido. Entretanto, o que nasce aqui, aqui tem ficado, o que é bom pra muitos e ruim pra poucos. É uma resposta que não se terá feedback. Porém, é admirável a sua postura de não rebater aos críticos que se utlizam do seu Portal, melhor, nosso. Sempre se mantém neutro quando o assunto é rebater, isso é uma postura ímpar.

    Abraço!

    • Moura disse:

      Caro amigo Santos.

      Caro amigo Santos. Já estamos em confabulação entorno do MDC e muito em breve estaremos convidando a todos a vir fazer parte desta construção, e você será mais um de muitos que vão fazer parte desta grande labuta em prol de uma política voltada para o bem comum de todos os Cabences
      Portanto é desta forma que estamos elaborando e formatando os moldes destes dialogo que todas as comunidades poderá fazer parte.
      E só para lembrar a você, qual seria o melhor caminho para conhecer as cabeças pensantes, os formadores de opinião, lógico este espaço democrático Chamado PORTAL CABO com muita modesta é claro.

  13. SILVINHO disse:

    Amigo(a)s, cada partido político tem o seu planejamento estratégico para o momento oportuno. O partido não se resume a uma ou duas pessoas apenas, ele tem um projeto definido para ser discutido e aplicado em conjunto com outros partidos que se identificarem com o dele. Por ex: para se comprar algo, vc pesquisa uma série de fatores que lhe possibilitarão a comprar determinado algo, dessa mesma forma trabalham os partidos políticos, tem o fulano que tem maior possibilidade que o sicrano e assim começam as discussões em torno do projeto e se o fulano se enquadra nesse projeto. Vocês sabem quais os partidos que são chamados de situação no Cabo de St° Agostinho? PTB/PRP/PDT/PT/PCDOB/PSB e PHS e de oposição: PPS/PMN/PSDB/DEM/PMDB/PV/PSL/PSDC/PEN/PRTB/PTDOB e PGTDOB, mesmo o partido chamando oposição independente, ele continua sendo de oposição. Abraços.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Portal Cabo and Portal Cabo, Portal Cabo. Portal Cabo said: PSL PSDC E PEN assumem oposição independente http://is.gd/7dNMM […]



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: