Caixa cheia e o Povo passam sede

Caixa cheia e o Povo passam sede

Quem serve água não bebe

Compesa uma calamidade em atendimento

Veja abaixo o que foi aplicado pelo Governo do Estado

SISTEMA PIRAPAMA

VALOR DA OBRA: R$ 407 milhões

FONTE DE RECURSOS:

Ministério da Integração Nacional,BNDES, Governo do Estado e COMPESA

POPULAÇÃO BENEFICIADA:

2,5 milhões de habitantes

PRAZO DE EXECUÇÃO DA OBRA:

36 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço

PRODUÇÃO DO NOVO SISTEMA:

5,13 m³ de água por segundo será a produção do Sistema Pirapama para o atendimento das cidades do Recife, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guarararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata

INCREMENTO DE PRODUÇÃO NA RMR:

48% será o acréscimo proporcionado por Pirapama quando o sistema completo estiver funcionando para atender aos cinco municípios da RMR.

COMPONENTES DO NOVO SISTEMA

CAPTAÇÃO NA BARRAGEM DE PIRAPAMA

ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ÁGUA BRUTA: Seis conjuntos de motobombas, sendo uma de reserva

ADUTORA DE ÁGUA BRUTA : 3.500 metros de extensão, de 1.700 mm de diâmetro

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA: Capacidade para tratar 5,13 m³/segundo

ADUTORA DE ÁGUA TRATADA: 19.000 Metros de extensão, com 1.880 mm de diâmetro

SUBADUTORA DO CABO: 5.200 Metros de extensão, de 500 mm

SUBADUTORA DE PONTE DOS CARVALHOS: 1.154 Metros de extensão de 800 mm

SUBADUTORA DO JORDÃO: 2.000 Metros de extensão, de 1.800 mm

RESERVATÓRIO DO CABO: Capacidade de 13.500 m³

RESERVATÓRIO DE PONTE DOS CARVALHOS:
Capacidade de 17.000 m³

RESERVATÓRIO DO JORDÃO: capacidade de 90.000 m³

CONSTRUÇÃO DE GRANDES ANÉIS DE DISTRIBUIÇÃO: No Recife e em Muribeca, Jaboatão dos Guararapes. Serão 42 quilômetros de rede de distribuição

AUTOMAÇÃO E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS: Estação elevatória e estação de tratamento de água

DESAPROPRIAÇÃO DE ÁREAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PROJETO: Imóveis da vila Pirapama, áreas da Usina Bom Jesus e área do reservatório do Jordão

GERAÇÃO DE EMPREGOS DIRETOS: 1,3 MIL

GERAÇÃO DE EMPREGOS INDIRETOS: 5 MIL

Bonitos os números, mas a realidade é outra


A falta d água é um problema constante no Cabo de Santo Agostinho. Pirapama não foge a regra, há mais de cinco meses, foi construída uma caixa d água para beneficiar os moradores que residem na parte mais alta da localidade.

A caixa já está cheia de água e a encanação já foi instalada. Mas a comunidade não está sendo beneficiada com o abastecimento.

De acordo com um morador a comunidade vem sendo penalizada. “A caixa vai abastecer as comunidades de Vila Evangélica, Alto do Morro e Alto dos Funcionários, cerca de 1600 famílias serão beneficiadas”, relatou o morador Almir Zacarias.

Hoje à tarde (24/03), o vereador Ricardinho (PPS) vai com os moradores no escritório da Compesa pedir uma explicação do porquê da água não está chegando às torneiras.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: