Fenômeno chamado de "interiorização da violência"o Cabo de Santo Agostinho aparece em 23º (86,3)

Fenômeno chamado de “interiorização da violência”o Cabo de Santo Agostinho aparece em 23º (86,3)

Pernambuco apresenta melhoras no Mapa da Violência

Autoria:Sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz

Pernambuco até tem o que comemorar, mas ainda muito a fazer ao analisar os dados quinta versão do Mapa da Violência 2010 – Anatomia dos Homicídios no Brasil. O documento, de autoria do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, do Instituto Sangari, foi divulgado hoje em São Paulo e pesquisou as mortes por homicídio em nove regiões metropolitanas tradicionais – Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, na década compreendida entre 1997 e 2007.

Confira a pesquisa na íntegra.

No período, o número mortes em números absolutos no estado cresceu 22,9% (passou de 3.710 assassinatos em 1997, para 4.560, em 2007). O índice, no entanto, é o menor da região Nordeste, que apresentou crescimento médio de 76,5%. Em números relativos (taxa calculada por 100 mil habitantes), o aumento foi de 6,8%, enquanto a média regional foi de 53,3%.

Em relação ao ranking nacional, ainda levando-se em conta a taxa de homicídio por 100 mil, Pernambuco ocupa a terceira posição (a mesma que ocupava em 97), passando de 49,7 para 53,1. O primeiro lugar ficou com Alagoas, que aumentou de 24,1, em 1997, para 59,6 em 2007. Em segundo, vem o Espírito Santo, de 50 para 53,2.

Quando a pesquisa analisou apenas as capitais, Recife foi a única da região a apresentar queda. A redução foi de 6,4%, em números absolutos, passando de 1.430 em 1997 para 1.338 em 2007. A média regional foi de crescimento de 55,7%. A capital pernambucana caiu de primeiro para o segundo lugar na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, reduzindo de 105,3, em 1997, para 87,5, em 2007. O primeiro passou a ser ocupado pela cidade de Maceió, que cresceu de 38,4 para 97,4, passando da nona posição no ranking para o incômodo primeiro lugar.

A pior notícia do Mapa para o Estado foi o crescimento de 19,6% no número de mortes registradas na Região Metropolitana do Recife. Em número absolutos, passou de 2.240 mortes em 97, para 2.680, em 2007. A RMR perde apenas para a Região Metropolitana do Rio de Janeiro (com 4.885 mortes em 2007) e São Paulo (3.812).

A tendência de queda no número de mortes por homicídio nas capitais e de crescimento nas cidades vizinhas foi uma das revelações do Mapa de uma maneira geral. Fenômeno chamado de “interiorização da violência” e registrado em todo o país.

Com isso, algumas cidades da RMR apareceram na lista. Limoeiro, por exemplo, ocupa a 16ª posição no ranking nacional que contabiliza as taxas médias de homicídio (em 100.000) na população total dos municípios. Com 57,6 mil moradores, a cidade teve 51 mortes em 2007, e taxa de 88,6. Já o Recife aparece na 19ª posição, com 87,5. Itapissuma é a 20ª, com 87,4 e o Cabo de Santo Agostinho aparece em 23º (86,3).

O fenômeno histórico da morte de jovens em Pernambuco também não passou desapercebido no estudo. Em relação ao número de homicídios na população de 0 a 19 anos, Pernambuco apresentou crescimento de 36,2%, enquanto a média regional foi de 82,1%. O estado manteve-se em terceiro, perdendo para o Espírito Santo e para Alagoas.

Entre as capitais, o Recife chegou ao primeiro lugar. O número de mortes por 100 mil habitantes cresceu de 57,4 para 61,2. Em 1997, a cidade ocupava o segundo lugar. Em primeiro, estava Vitória do Espírito Santo, que reduziu suas taxas de 61,5 para 56,3.

“Assim, pode-se afirmar que a história recente da violência que resulta em homicídio, no Brasil, é a história do crescimento dessa violência entre jovens. Uma não terá solução sem a outra”, afirma Júlio Waiselfisz no estudo, segundo o qual 512,2 mil pessoas morreram no Brasil vítimas de homicídio entre 1997 e 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: