Secretaria de Meio Ambiente do Cabo fala em usina de lixo e não capita a mensagem do Prefeito do Cabo Lula Cabral.

Secretaria de Meio Ambiente do Cabo fala

em usina de lixo e não capita a mensagem

do Prefeito do Cabo Lula Cabral.

Até parece ironia do destino, mas foi o que captei na abertura da Semana do Meio Ambiente, uma falta de sintonia entre o Gestor e a Secretaria de meio ambiente.


Aconteceu hoje onde Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, através da Secretaria Executiva de Meio Ambiente, promoveu uma mesa redonda com o tema “Novo Tempo: Atuação do Ministério Público na Defesa do Meio Ambiente –Aspectos Práticos”. O evento foi realizado no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM-Centro).
No evento que contava com 98 participantes lotando o auditório estavam presentes o promotor de Justiça de Defesa da Cidadania do Cabo de Santo Agostinho, Paulo César do Nascimento, e os diretores de Engenharia do Complexo Industrial Portuário de Suape, Ricardo Padilha, e Dárcio Silva, da M&G Polímeros Brasil S.A e a secretaria de Meio ambiente Berenice de Andrade Lima e de varias autoridades locais e representantes de Sociedade Organizada.

Dos Fatos:

Na abertura o Prefeito Lula Cabral disse para todos os presentes que:

“As indústrias aqui no Cabo são todas bem vindas, todos são recebidos pelo Prefeito e todos e todos sem exceção têm que assumir um compromisso comigo, com a questão do meio ambiente e não adianta, por que não passa, nem que a secretaria de Meio ambiente autorize, tem que passar pela gente, eu quero saber o que vai produzir, o que já produziu lá fora, o que é que já fez la fora, tem que ter um chequelisty, para entrar no município do Cabo e nos acreditamos que estamos certos e que estamos acreditando no futuro, no futuro dos meus netos.”

Confira o Vídeo abaixo:


Depois das explanações dos convidados da mesa Quadrada, Berenice fez o comentário de uma reunião que irá acontecer da apresentação da usina de lixo no Cabo, do qual falou a respeito da usina a ser implantado aqui no Cabo e com muita naturalidade falou da audiência que será feita fora do Município, justamente no Recife o que me deixou apreensivo fez com que eu pedisse a palavra e questionei o posicionamento da secretaria de meio ambiente em relação da audiência publica ser feita em outra cidade, também questionei a atitude da Promotoria do Cabo, que até agora não se pronuncia sobre o caso.

Mas parece que os mesmo não ouvirão a fala do Prefeito.

O Promotor disse “que não importa o local e sim temos que saber mais sobre o assunto, antes de questionar sobre o mesmo a sociedade tem que estar preparada para discutir sobre o assunto não importa se é aqui no Cabo ou Lá fora.

Já Berenice disse que até agora o CPRH não se pronunciou sobre o questionamento feito por varias entidades inclusive o Portal Cabo sobre o local da audiência.

O que eu tiro desta mesa Redonda opss. Redonda não “Este Quadrado” o quadrado do qual faz parte pessoas que não estão engajadas nas questões ambientais e sim só no Papel, por exemplo uma das pessoas que compões este Quadrado é Ricardo Padilha o mesmo que esta sendo questionado na Promotoria de Ipojuca onde Associação Pernambucana de Defesa da Natureza (Aspan) entregou nesta quinta ao Ministério Público Estadual denúncia contra o diretor de Meio Ambiente do Complexo Industrial e Portuário de Suape, Ricardo Padilha. O texto pede que seja impetrada Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa.

É solicitado o afastamento do engenheiro agrônomo, o pagamento de multas administrativas pelo ato de improbidade e o ressarcimento, à Suape, de R$ 1,87 milhão. Esse é o valor da multa mais recente aplicada pelo IBAMA  à Suape pela empresa não ter replantado 26,8 hectares de mangue e 10,5 de restinga desmatados em 2009 para a ampliação da área do Estaleiro Atlântico Sul. A compensação era uma exigência da lei estadual que autorizou a supressão da vegetação nativa.

Neste Quadrado esta o Promotor Paulo César do Nascimento do qual deveria atuar mais nas questões ambientais no Cabo, menciono os casos da Vicinal da BR 101 barra de Jangada do qual a maior parte de agressão ambiental estará no município do Cabo e até agora esta promotoria não se pronunciou a respeito o mesmo ocorre com os investimentos da Praia do Paiva, onde á varias irregularidades e por ai vai. Agora o mesmo não pode dizer que não sabe destas questões, pois elas são de domínio Publico e não cabe a promotoria ficar esperando manifestações da sociedade organizada que a provoque, como o mesmo aludiu em sua fala.

Já Berenice está neste Quadrado a convite do Prefeito do Cabo e parece que nem mesmo pode vislumbrar, não só na fala do Prefeito do Cabo que disse que não adianta ela aprovar, que ele não vai dar aval para a instalação de uma usina no Cabo, basta ver outras matérias aqui no Portal Cabo, para saber do Posicionamento do Prefeito, outro fato que eu discordo de sua fala, onde a mesma disse que é um investimento do Governo do Estado a mesma esta equivocada é sim do Município de Recife o referido investimento e solicitação. Fora disso temos a questões da Rodovia Vicinal Br101 a Barra de Jangada que a mesma não se pronunciou a respeito até agora.

E vou mais alem não posso admitir que estas pessoas que estão ali dentro deste quadrado do qual a sociedade organizada principalmente as entidades ambientais não estavam ali Presente para fazer coro e voz no que eu estou falando.

E se meus pensamentos ferir, o até mesmo deixou em saia justa, alguns deste Quadrado, me desculpem, pois o quadrado de vocês não Cabe o Meio ambiente.

Ass. Moura

Comments
3 Responses to “Secretaria de Meio Ambiente do Cabo fala em usina de lixo e não capita a mensagem do Prefeito do Cabo Lula Cabral.”
  1. Roberto Miranda disse:

    A questão ambiental é na realidade uma questão polí­tica. Não consigo nunca ver um rio ou uma espécie ameaçada de extinção vir na câmara municipal ou federal defender os seus direitos; no máximo vejo uns ambientalistas tentando defender essas coisas, em nome delas, apelando pra valores que, infelizmente, quase ninguém mais tem. A questão ambiental não é, portanto, tecnológica. Quando se colocam alternativas tecnológicas para a geração de energia, por exemplo, o que vem a tona no discurso ambientalista (ou pseudo-ambientalista) são as vantagens da energia renovável com respeito à emissão de gases de efeito estufa quando comparada à queima de combustí­veis fósseis. Ou ainda, ouvimos dos defensores das grandes hidrelétricas, dinossauros em extinção, a grande vantagem e benefí­cios trazidos com elas, incluindo o desenvolvimento de regiões remotas e a criação de empregos. Rodolpho Ramina No blog “Meio Ambiente e Desenvolvimento (utopias)”

  2. Caro amigo Moura!
    A meu ver você parece acreditar em milagres.
    1) Não se pode esperar encontrar um “Flávio Falcão” em cada promotoria.
    2) Não se pode da mesma forma encontrar um secretário de meio ambiente como Menezes
    3) Se eu sou o chefe e dou uma ordem ou digo como quero que uma coisa seja feita (ou não, como é o caso) e um subordinado meu coloca em jogo minhas decisões (que já não foi apenas uma), se não consigo manter controle sabendo o que se passa dentro do meu domínio ou o mando catar coquinhos ou terminarei levando a culpa por centenas de erros, (nesse caso não precisamos enumerar, tomaria a página e todos já sabem) o pior é que alguns erram mais o culpado maior sou eu, sou o chefe.
    4) Suape não cumpriu nenhum dos compromissos assumidos de compensação e jamais cumprirá seja com Padilha ou outro qualquer.
    Mesmo assim o que mais chama atenção é a diferença entre Jaboatão e Cabo, lá existe quem cobre, quem exija satisfações, quem proíba alguma arbritariedade, quem ouça.
    Aqui o que vemos é uma total disparidade entre o que se diz e o que se faz.
    Logo vão dizer: Estes caras são contra o progresso, não!
    Somos contra progredir matando, deixando morrer e ouvindo uma cambada de bandidos facilmente compráveis assinando laudos técnicos que trarão prejuízos incalculáveis para as futuras gerações.

  3. Meire da charneca disse:

    È Lamentável que neste quadrado não estava o agressor maior que é Hélio Gurgel, mas estava bem representado por sua pupila Berenice onde ela aprendeu bem como enrolar as pessoas inclusive o seres viventes que ali estavam, uma platéia escolhida a dedo por esta secretaria, contudo se houvesse um convite real para as verdadeiras organizações que luta em defesa do meio ambiente, eles seriam colocado ao ridículo estas pessoas que compõem este quadrado e neste quadrado Moura faltou colocar o Gestor Maior ,pois ele é o Culpado de muitas coisa não pense que sua fala bonita e eloqüente pode enganar alguns, mas não a minha pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: